A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

19/02/2015 11:50

Incêndio criminoso destrói casa e deixa aposentada sem nada

Mulher disse que não tinha desavença com vizinhos e só descobriu destruição após voltar de chácara

Juliene Katayama e Renan Nucci
Fogo destruiu parte do telhado e todos os móveis da residência (Foto: Marcelo Calazans)Fogo destruiu parte do telhado e todos os móveis da residência (Foto: Marcelo Calazans)
Aposentada perdeu tudo e ainda sofre com a deficiência (Foto: Marcelo Calazans)Aposentada perdeu tudo e ainda sofre com a deficiência (Foto: Marcelo Calazans)

A aposentada Lindalva da Conceição, 53 anos, teve a casa incendiada na madrugada de Quarta-Feira de Cinzas (18), no Jardim Aero Rancho. Ela acredita que o ocorrido não foi por acaso. O fogo destruiu os poucos móveis e eletrodomésticos que estavam dentro do imóvel de dois cômodos.

Segundo a aposentada, ela estava numa chácara em Palmeiras (GO) e teve uma surpresa quando voltou por volta das 23 horas de ontem. “Não queria voltar para o mato sem tratamento”, afirmou Lindalva que tem uma deficiência do lado direito do corpo e está com problema na perna esquerda.

Na residência que tinha um quarto, uma cozinha e um banheiro, Lindalva morava com o filho José Carlos de Jesus, 33 anos, que trabalha na chácara há quatro anos. As chamas destruíram a cama, colchão, armário, geladeira, fogão e parte do telhado. Ela disse que depende de doação para voltar a morar no local. “Se ganhasse pelo menos o telhado, cama e colchão já estava bom. Como vou ficar aqui desse jeito?”, pediu indignada.

Para a aposentada, o incêndio foi criminoso. “Foi criminoso o fogo porque estava tudo desligado”, contou. Apesar disso, Lindalva não desconfia de ninguém. “Não tenho desavença com a vizinhança”, disse. Mas já teve a casa arrombada duas vezes quando levaram uma bicicleta e um botijão de gás.

Por enquanto, Lindalva vai ficar na casa do irmão que mora no Parque do Sol para fazer o tratamento médico e, depois, retornar para a chácara onde o filho trabalha. Quem tiver interesse em ajudar a aposentada, pode ligar no número 9947-6082 (celular do neto).

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions