A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

23/10/2015 16:04

Investigado por abusar de 3 alunos, professor se diz pastor evangélico

Filipe Prado

O professor de educação física de 29 anos, acusado de abusar de pelo menos três crianças da Escola Municipal Maria Tereza Rodrigues, no Bairro Santa Emília, declara-se pastor na comunidade onde vive. Ele teve a prisão preventiva decretada pelo crime de estupro de vulnerável.

Em seu perfil no Facebook, o professor parecia ser atuante em uma comunidade da Igreja Batista Nacional. O nome de sua página foi trocado, porém nos arquivos, muitos fieis o chamavam de pastor e fotos mostravam-no de terno e gravata, com um bíblia embaixo do braço.

Em um dos últimos registros, o acusado estava ao lado de várias crianças, durante uma festa na igreja. No boletim de ocorrência, a polícia apontou que o professor é formado em teologia e não em educação física.

Mesmo sem a formação, pessoas deixaram vários recados em sua timeline, o parabenizando pelo dia do professor, além de várias mensagens positivas e de apoio, como a que está em sua foto de capa “os justos clamam, o Senhor os ouve e os livra de todas as suas tribulações”, salmos 34:17.

De acordo com o delegado da Depca (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente), Paulo Sérgio Lauretto, três casos chegaram à delegacia relatando abusos com o professor como autor. 

Em entrevista ao Campo Grande News, a mãe de um menino de 10 anos contou que o filho foi abusado em maio deste ano. Na época, ela passou a acompanhar o garoto de perto. Ele chegou a ser perseguido pelo professor após revelar o caso à mãe. 

O professor, que não terá a identidade revelada até a comprovação da denúncia, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e está no Instituto Penal de Campo Grande.



"...Em seu perfil no Facebook, o professor parecia ser atuante em uma comunidade da Igreja Batista Nacional, fotos mostravam-no de terno e gravata, com um bíblia embaixo do braço". Quer dizer que conhecer membros de uma igreja, ter bom relacionamento com alguns deles, e usar terno em dia de visita a um culto faz de mim ou vc um pastor? Basta postar na rede?
 
Marcelo em 24/10/2015 07:55:35
Afinal o dito "professor", não é professor; é acadêmico de Ed. Física e foi contratado como substituto de forma ilegal pela professora da pasta. O suposto "pedófilo" não é pastor de nenhuma igreja, apenas frequentou uma igreja Batista e por interesse próprio fez Theologia, que é um curso como qualquer outro, afinal várias faculdades oferecem este curso. Mas dizer isso não vende né?!
 
Marcelo em 24/10/2015 07:51:05
Pastor?????

Porque não estou surpreso?
 
Luciano Bandeira em 23/10/2015 17:56:37
Se for pastor pior ainda, se usa da fé das pessoas pra abusar de criança, cana no vagabundo!!!!
 
Max em 23/10/2015 17:09:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions