ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Jovem com suspeita de H1N1 está internada em UPA há 20h na Capital

Aliny Mary Dias | 24/02/2014 17:56

O caso de uma jovem de 19 anos, que pode estar infectada com a gripe H1N1, mobiliza a família e revolta os pais em razão do descaso do poder público. Priscila Kelly Magalhães está internada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Universitário desde às 21 horas de ontem e o pulmão da jovem já está comprometido.

Josias Magalhães, 46 anos, é pai de Priscila e afirma que a filha começou a se sentir mal na última quarta-feira (19). “Ela estava muito mal, trouxemos várias vezes aqui na UPA e sempre mandavam para casa. Ontem a noite o quadro dela piorou e precisou internar”, explica.

Vários exames foram feitos desde a noite de ontem e o diagnóstico inicial do corpo médico é que a jovem possa estar infectada com o vírus H1N1. Uma radiografia foi feita no pulmão de Priscila e o resultado aponta que o órgão já está comprometido.

Várias ligações ao Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e solicitações não surtiram efeito. Não há vaga em nenhum hospital da Capital e a jovem não pode sair da unidade em carro particular.

Conforme Josias, a senha informada pelo Samu dá conta de que Priscila é a oitava em uma fila de prioridades para transferência. Revoltados com a situação, parentes da jovem juntaram dinheiro e contrataram um advogado.

O defensor entrou com ação na Justiça nesta tarde e aguarda um mandado de segurança para que a jovem seja transferida para um hospital com mais recursos.

A reportagem tentou contato com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) para informações sobre o caso de Priscila, mas as ligações não foram atendidas no fim da tarde desta segunda-feira (24).

Nos siga no Google Notícias