ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEXTA  26    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Jovem é baleado na cabeça enquanto dormia e abandonado perto da casa da mãe

Crime aconteceu no Jardim Colorado, localizado na região sul da cidade; mãe mora no Parque do Lageado

Por Nyelder Rodrigues e Cristiano Arruda | 09/08/2021 19:48
Local onde a vítima baleada na cabeça foi deixada, perto da casa de sua mãe. (Foto: Kisie Ainoã)
Local onde a vítima baleada na cabeça foi deixada, perto da casa de sua mãe. (Foto: Kisie Ainoã)

Um rapaz de 24 anos foi baleado na cabeça enquanto dormia, no fim da tarde dessa segunda-feira (9), no Jardim Colorado - bairro localizado na região sul de Campo Grande. O autor do disparo foi o sobrinho de sua madrasta, após um desentendimento entre os dois. A vítima já tinha sido ameaçada de morte pelo autor.

Fabiano Pereira Francisco do Amaral morava com o pai junto com o irmão, após ele ter se separado da mãe deles há 20 anos - a mulher revela que era alvo de agressões e foi até esfaqueada pelo ex-marido. A relação de Fabiano e seu irmão com o pai também era conturbada, inclusive, com contestações de paternidade.

Além de Fabiano e seu irmão, o pai também mora na casa do Colorado com a atual esposa, fazendo com que os filhos convivessem com o sobrinho dela no local. Hoje, os dois se desentenderam e em dado momento, o autor, que não teve a identidade revelada pela polícia, ameaçou a vítima de morte. E assim, tentou cumprir depois.

Aproveitando-se que o rapaz de 24 anos estava dormindo quando chegou, o autor atirou contra a cabeça dele. Além disso, o outro irmão foi esfaqueado, mas o autor ainda segue sem ser identificado. O rapaz foi procurar atendimento por conta própria.

Já Fabiano, foi levado pelo próprio autor e deixando na esquina da casa da mãe, na Rua Elídio Pinheiro, no Parque do Lageado. A mãe foi avisada e em desespero, acionou a PM (Polícia Militar) e o Corpo de Bombeiros, que fez os primeiros socorros.

Fabiano foi levado em estado grave para a Santa Casa pelos Bombeiros. Já o pai e a madrasta da vítima foram encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário). Já o autor segue sendo procurado.

Mãe da vítima, desesperada, conversando com o irmão da vítima. (Foto: Kisie Ainoã)
Mãe da vítima, desesperada, conversando com o irmão da vítima. (Foto: Kisie Ainoã)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário