A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/04/2015 16:10

Jovem premeditou assassinato do pai para vingar a mãe, conclui polícia

Filipe Prado
Corpo de Charles após ser morto a tiros no Conjunto Aero Rancho (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Corpo de Charles após ser morto a tiros no Conjunto Aero Rancho (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

As investigações sobre a morte de Charles Ariel Dias de Freitas, 40 anos, já foram encerradas, conforme o delegado Jairo Carlos Mendes, da 5ª Delegacia de Polícia de Campo Grande. O filho da vítima, Danyllo Matsumoto Cruz de Freitas, 18, confessou o homicídio alegando ter vingado a mãe, morta em 2008 pelo pai.

O delegado afirmou que a arma, uma calibre 38, ainda não foi localizada, mas um revólver apreendido este final de semana, pode ter relação com o crime, porém nada foi confirmado ainda.

O acusado relatou que entregou a arma utilizada no crime para um amigo identificado como Morango, morador do Bairro Hortência.

Danyllo havia premeditado o crime, segundo o delegado, pois teria comprado a arma com afirmando que iria matar o pai.

 

Ele passou a planejar a vingança após o pai ser solto. Condenado a 13 anos pelo assassinato da esposa, Daniela Aparecida Cruz, em outubro de 2008, Charles foi solto no ano passado. 

Inicialmente, ele procurou a polícia para registrar o desaparecimento da mulher, mãe de Danyllo. No decorrer das investigações, ele confessou que matou a esposa e ocultou o corpo. 

Os dois se encontraram no sábado próximo ao local do crime e começaram a discutir, então o acusado efetuou quatro disparos contra Charles, que morreu na hora.

O autor foi detido pela Polícia Militar e encaminhado para a DEPAC (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Piratininga.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions