ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 17º

Capital

Jovem que morreu em acidente deixa dois filhos e a saudade do sorriso fácil

Jovem ocupava carro conduzido pelo companheiro, que furou sinal e estava bêbado

Dayene Paz | 15/05/2023 14:25
Ângela com os filhos em uma foto publicada no Facebook. (Foto: Redes sociais)
Ângela com os filhos em uma foto publicada no Facebook. (Foto: Redes sociais)

Morta em um trágico acidente, na noite deste domingo (14), na Avenida Mato Grosso, em Campo Grande, Ângela Maria Santos Vieira, 27 anos, deixou dois filhos e o grande sorriso que carregava por todos os momentos. "Uma excelente mãe", afirma o ex-marido da jovem e pai das crianças, Cleber Santos, de 32 anos.

Ao Campo Grande News, Cleber conta que conviveu por oito anos com Ângela Maria. Mesmo após a separação, mantinham uma convivência harmônica. Ele afirma não saber detalhes que antecederam o acidente, apenas que a ex estava casada com o motorista do carro que provocou o acidente, Willian Moraes, 25, que foi preso bêbado.

"Eles estavam casados, mas há cerca de três semanas se separaram. Fiquei sabendo que ontem se encontraram e ele entregou uma rosa para ela, pedindo para voltar", comentou Cleber. Na sequência, entraram no veículo e, no trecho da Avenida Mato Grosso com a rua Dr Paulo Machado, ocorreu o acidente fatal.

Agora, o que fica é a saudade. Cleber define Ângela como uma "excelente mãe, uma ótima pessoa. A convivência com as crianças será a lembrança que terei dela", afirmou.

Ângela Maria em foto postada no Facebook, no dia 12 de maio. (Foto: Redes sociais)
Ângela Maria em foto postada no Facebook, no dia 12 de maio. (Foto: Redes sociais)

Outro amigo, que preferiu não ter o nome divulgado, recebeu a notícia no início da manhã de hoje e afirma não acreditar. "Ela era alegre, gostava de curtir a vida, bem vaidosa e apaixonada pelos filhos. Estou em choque", lamentou.

Cleber afirma que o velório deve começar nesta segunda-feira (15) e o sepultamento ocorre nesta terça (16). Local e horário ainda não foram informados.

Acidente - O acidente ocorreu por volta das 22 horas. Willian Junior Moraes Guimarães conduzia o Jetta pela Avenida Mato Grosso, quando, segundo boletim de ocorrência, no cruzamento com a Rua Dr. Paulo Machado, furou o sinal vermelho e bateu em um Chevrolet Tracker, conduzido por uma mulher.

Após o impacto, o Jetta invadiu o canteiro central, derrapou na pista e colidiu no muro de uma empresa. Willian recebeu atendimento, mas não precisou ser encaminhado a unidade de saúde. Ângela ocupava o banco dianteiro do passageiro, justamente o lado atingido pelo Tracker. Ela recebeu atendimento no local, mas não resistiu e morreu. O passageiro que ocupava o banco de trás sofreu ferimentos leves e foi socorrido.

Já o Tracker, após a colisão, girou sobre a pista e parou na Avenida Mato Grosso. A condutora teve um grave ferimento no braço e foi socorrida por familiares.

Willian relatou que desde as 17h30 estava com os amigos em uma conveniência na Rua Antônio Maria Coelho, quando decidiram ir embora. Ele se recusou a realizar o teste do bafômetro, mas conforme a Polícia Militar "apresentava diversos sintomas de alcoolemia, tais como hálito etílico, dificuldade de equilíbrio e locomoção, fala desconexa, olhos avermelhados e vestes descompostas".

A perícia ainda constatou que provavelmente Willian trafegava em alta velocidade. No Jetta, foram encontradas várias garrafas de cerveja. Willian foi preso e levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Cepol.

Ele deve passar por audiência de custódia nesta terça-feira.

Nos siga no Google Notícias