A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

26/03/2011 13:00

Jovem sofre sequestro relâmpago e é obrigado a usar entorpecentes

Paula Maciulevicius e Ricardo Campos Jr.

Vítima foi levada para uma casa e uma conveniência na Vila Nhanhá

Presos estão na Depac Piratininga. (Foto: João Garrigó)Presos estão na Depac Piratininga. (Foto: João Garrigó)

Um homem de 29 anos sofreu sequestro relâmpago na madrugada de hoje, enquanto dirigia um Fiat Punto, pela Avenida Afonso Pena. A vítima foi abordada na altura do Obelisco, na Rua José Antônio, por duas pessoas, um sendo menor de idade.

Um autor portava um revólver e outro uma faca. Eles entraram no carro e fizeram a vítima sacar R$ 70,00 em um caixa eletrônico do posto de combustíveis localizado na Rua José Antônio, esquina com Fernando Correa da Costa. Na conveniência do posto, os autores também compraram cerveja.

De lá seguiram para uma casa na Vila Nhanhá, onde forçaram a vítima a usar entorpecentes. Segundo informações do sargento Gilson Alves de Arruda, do 10° Batalhão da Polícia Militar do Jockey Clube, depois de estarem sob o efeito do entorpecente, eles saíram pelo bairro e pararam em uma conveniência.

O jovem e os dois autores sentaram em uma das mesas do local e continuaram bebendo. Até que um deles pediu a vítima dinheiro para comprar álcool usado para acender churrasqueira. Momento em que o jovem desconfiou que o líquido pudesse ser para matá-lo.

A vítima aproveitou a distração dos autores, entrou no carro e fugiu pela Rua Bom Sucesso. A Polícia Militar já havia sido acionada e fazia rondas pela região para encontrar o jovem. Ao avistar a viatura da polícia, a vítima começou a buzinar. Os policiais identificaram que se tratava do jovem.

Ainda de acordo com informações policiais, a vítima levou os militares até a casa em que ele havia permanecido. A polícia abordou uma mulher que estava em frente a residência, prendeu e adentrou no local. Foram encontrados os dois autores e todos foram encaminhados para a Depac Piratininga. Os nomes dos presos não foram divulgados.

O jovem vítima do sequestro sofreu uma crise de hipertensão na delegacia e foi levado para atendimento médico. Os autores serão indiciados por sequestro relâmpago.



Preocupante a escalada da violência envolvendo criminoso dependente de drogas. E não há política pública a combater esse mal. Campo Grande caminha para repetir o erro de Vitória-ES.
 
Carlos Eduardo em 27/03/2011 10:23:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions