A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

27/06/2014 18:53

Juiz condena empresa a pagar R$ 3 mil por chamar cliente de "bicha" em nota

Filipe Prado

Uma empresa foi condenada pela Justiça por chamar um cliente de "gay" e "bicha" em uma nota fiscal. Após receber um nota fiscal com palavras ofensivas, Josevy Araújo Ferreira entrou na Justiça e ganhou o direito a indenização de R$ 3 mil. Ele contou que no documento estava escrito “Josevy Gay” e “Josevy Bicha”, contrangendo-o.

A sentença foi dada pelo juiz substituto Valter Tadeu Carvalho, em atuação na 7ª Vara Cível de Campo Grande, que julgou procedente a ação de danos morais.

Josevy disse que foi até a loja de materiais de construção no dia 22 de março de 2011, onde é comprava há anos, e solicitou um orçamento de alguns produtos, que iria repassar para seus clientes. Ao apresentar os documentos a eles, Josevy foi alertado que haviam escrito algumas palavras ofensivas na nota.

A empresa alegou que o cliente seria amigo íntimo do vendedor que fez o orçamento e que o comportamento seria normal entre eles, porém o juiz constatou que o comportamento não “autoriza a falta de respeito ou seriedade no tratamento devido”.

Com isso o juiz julgou procedente a ação por danos morais, pois causou “constrangimento, indignação, tristeza e incômodo ao autor”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions