A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018

11/09/2015 22:13

Juiz determina volta da coleta de lixo no Regional e fixa multa para Sindicato

Flávio Paes


Pelos menos uma parte dos 1.200 trabalhadores da Solurb, em greve há 3 dias, em 12 horas (a partir da notificação) terão de retornar ao trabalho para fazer a coleta do lixo gerado no Hospital Regional. É o que determina o juiz Luiz Ricardo Galbiati da 2ª Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos que concedeu a liminar numa ação movida pela Fundação de Serviços de Saúde de Mato Grosso do Sul, que administra o hospital.

Se a determinação não cumprida o STEAC-MS (Sindicato dos Trabalhadores em Asseio e Conservação de Mato Grosso do Sul), que representa os funcionários, vai pagar multa diária de R$ 30 mil. Ao contrário da Prefeitura, recorreu ao Ministério e só hoje recomendou a Procuradoria do Município, que entre na Justiça para garantir a coleta hospitalar e da rede pública de saúde, a Fundação se antecipou.

O entendimento é de que greve em serviços essenciais (como a coleta de lixo), o Sindicato da categoria precisa assegurar que pelo menos 30% da atividade seja mantida.


Na Santa Casa, o maior hospital do Estado, os três dias de suspensão da coleta, acumularam 36 toneladas de lixo. Nesta sexta-feira a direção do hospital recorreu à Prefeitura pedindo uma solução. Em contato com a assessoria da Solurb, a informação é que a empresa ainda não tinha sido notificada da decisão da Justiça até por volta das 22 horas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions