A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

13/11/2017 22:47

Justiça libera contagem e Esacheu é reeleito presidente da Santa Casa

Nyelder Rodrigues
Grupo escolhido hoje vai gerir o hospital pelos próximos dois anos (Foto: Simão Nogueira/Arquivo)Grupo escolhido hoje vai gerir o hospital pelos próximos dois anos (Foto: Simão Nogueira/Arquivo)

Com 21 votos de diferença, a chapa encabeçada pelo atual diretor-presidente da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), Esacheu Nascimento, foi a mais votada nas eleições para escolher metade do corpo de conselheiros que ficarão no comando da Santa Casa de Campo Grande, reconduzindo o mandatário ao cargo.

O pleito, marcado por disputas que foram parar na Justiça, aconteceu nesta noite de segunda-feira (13). Ao todo, foram 121 votantes, sendo que 71 deles escolheram a chapa de Esacheu Nascimento, chamada "Centenário da Santa Casa".

Os outros outros 50 optaram pela "Gestão Sustentável e de Transparência", liderada pelo economista Alfredo Sulzer. A contagem dos votos foi liberada após o judiciário acatar liminar da chapa da situação.

A Santa Casa conta com 18 conselheiros, sendo que a eleição é realizada para escolher nove deles, que cumprirão mandato por dois anos. Como conseguiu maioria no conselho, Esacheu foi reconduzido ao posto de diretor-presidente do hospital.

Mesmo com a contagem liberada, a votação foi realizada em urnas separadas. Na unidade 1, ficariam as escolhas apenas dos votantes que estavam aptos ao voto até 1º de novembro - uma outra lista, com mais nomes, foi divulgada posteriormente, iniciando aí a discórdia quanto ao pleito entre as chapas.

Ainda assim, a vitória na urna 1 foi do grupo de Esacheu. De acordo com o apurado pela reportagem, também houve acordo entre os líderes de cada grupo para que as ações na Justiça fossem retiradas, diante do resultado da votação. O Campo Grande News tentou falar com Sulzer para confirmar a informação, mas não obteve êxito no contato.

Eleição - Com repasse mensal de R$ 20,3 milhões do SUS (Sistema Único de Saúde), a Santa Casa é o principal hospital de Mato Grosso do Sul - e será ampliado em breve, com o entrega do Hospital do Trauma, que funcionará como anexo.

Os integrantes da Chapa 2, a "Centenário da Santa Casa", estão alinhados com o advogado, procurador de Justiça aposentado e ex-presidente do diretório regional do PMDB, além do Operário, Esacheu Cipriano Nascimento.

Os candidatos foram Alcides dos Santos, Antônio Moraes Ribeiro Neto, Carlos Ricartes de Oliveira, Cesar Quintas Guimarães, Gracita Hortência dos Santos Barbosa, Ivan Araújo Brandão, Marcos Alceu da Silva Villalba, Oscar Augusto Vianna Stuhrk e Tiago Souza Campos e Martins.

A Chapa 1, liderada pelo economista Alfredo Sulzer, ex-vice-presidente de Esacheu na Santa Casa, foi composta por Antônio Carlos Mantero Espíndola, Antônio Urban Filho, Gete Ottaño da Rosa, Hélio Gustavo Bautz Dallacqua, Mário Antônio Cavinatto de Mello, Márcio Sorge Macedo, Nelson Pinato, Ricardo Augusto Bacha e Valdir Osvaldo Junior.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions