A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

17/02/2014 21:23

Justiça nega indenização a cliente por irregularidades em veículo detido

Alan Diógenes

A 15ª Vara Cível de Campo Grande negou recurso de indenização por perdas e danos aberto contra as lojas Enzo Veículos e Dekra, por um cliente que alegou que havia levado seu veículo para ambas fazerem a vistoria, mas mesmo assim encontrou problemas ao fazer a troca da placa do veículo no Detran, tendo seu veículo aprendido por irregularidades.

Osvaldo Jorge afirmou que tinha comprado uma camionete Chevrolet GM S-10, na Enzo Veículos, no valor de R$ 24.225,00, e como a loja não levou o automóvel para vistoria, ele teve que encaminhá-lo até a empresa Dekra que realizou o serviço.

Quando tentou fazer a troca da placa do veículo no Detran, foi informado que o veículo não tinha selos de segurança, plaqueta do ano de fabricação, divergência de fabricação dos cintos de segurança e alteração da cor original, e que veículo ficaria detido.

Por fim, Osvaldo afirmou que desconhecia as irregularidades apresentadas e pediu indenização na justiça pelos danos materiais sofridos.

O juiz substituto Francisco Soliman ouviu as empresas envolvidas no caso e negou o recurso apresentado por Osvaldo, entendendo que “pelas provas existentes não há como saber se as irregularidades apresentadas pelo veículo é anterior ou posterior à sua alienação”. Para o juiz, as irregularidades poderiam ser consequências de reformas promovidas no veiculo por Osvaldo.

Mulher recebe R$ 3 mil de indenização de operadora por bloqueio telefônico
A empresa de telefonia Vivo foi condenada a pagar R$ 3 mil de indenização por danos morais a uma cliente por bloqueio de sua linha telefônica. A deci...
Mulher recebe indenização da Funsau por falso exame positivo de HIV
A Funsau (Fundação de Serviços de Saúde de Mato Grosso do Sul) terá que pagar uma indenização por danos morais no valor de R$ 10 mil, por ter impedid...
Empresa terá que pagar R$140 mil de indenização por morte de passageiro
A família de um deficiente físico que morreu atropelado quando descia de um ônibus em Campo Grande no dia 12 de julho de 2012, vai receber indenizaçã...
Usina pode pagar indenização de R$ 50 milhões por abusar de trabalhadores
Por supostamente obrigar trabalhadores a cumprir jornada exaustiva e por não dar condições humanas de desempenhar as funções, a Agrisul Agrícola Ltda...


Decisão estranho;merece mostrar a motivação do juiz. Pergunta principal: quanto tempo passou entre ele ter comprado o veiculo no Enzo e fazer a vistoria? Se isso fosse um, dois dias, não tem como a reprovação ser resultado de reformas feitas por ele (pntar o veiculo demora semanas). Alias, nem sei como alguem compra um veiculo numa concessionária e aceitar a entrega sem os docs em dia
 
Marcos da Silva em 17/02/2014 21:56:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions