A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

25/12/2010 11:59

Justiça nega liberdade à mulher que vendia LSD em bairros nobres da Capital.

Angela Kempfer

Ela e o marido foram presos há um mês

Casal vendia cocaína, maconha e LSD, com disque-droga.Casal vendia cocaína, maconha e LSD, com disque-droga.

A Justiça negou liberdade provisória e Márcia Regina Iuppi, acusada de tráfico de drogas, com entregas em domicílio, a moradores de bairros nobres de Campo Grande. Entre os entorpecentes, a venda envolvia até LSD.

Ela e o marido, Ênio Ricardo Benites Garcia, de 30 anos, vulgo “Ticão”,

foram presos há cerca de um mês por policiais da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico)

Eles foram abordados na rua da Divisão, no bairro Parati. Ao ver os policiais o casal ainda tentou escapar e foram disparados tiros nos quatro pneus do veículo, onde estava um bebê de menos de um ano filho do casal.

No carro foram encontrados 20 papelotes de cocaína, doze pontos de LSD, 11 gramas de haxixe, 446 gramas de maconha, uma balança digital e seis aparelhos celulares. De acordo com a Polícia, os dois saíam para uma entrega de drogas quando foram presos.

Conforme a Polícia, eles moravam em uma casa no bairro Aero Rancho onde funcionava um disque-drogas e forneciam cocaína e LSD para a região central da cidade e bairros como Vilas Boas, entre outros da região nobre.

Enio estava foragido da Colônia Penal e já tem passagem por tráfico, assim como a mulher que já cumpriu pena em 2002. Em 2006, ele tentou resistir a uma prisão e fugiu com um Audi, mas bateu no Terminal Morenão e acabou preso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions