A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

24/01/2018 07:40

Ladrões arrombam relojoaria no Centro, levam joias e são presos

Em rondas pela região, a PM conseguiu localizar os três suspeitos. Eles foram presos em flagrante ainda com os objetos de furto e levados à delegacia

Viviane Oliveira e Bruna Kaspary
Joias foram recuperadas pela equipe da Polícia Militar do Centro (Foto: André Bittar)Joias foram recuperadas pela equipe da Polícia Militar do Centro (Foto: André Bittar)
Suspeitos foram presos e levados à delegacia (Foto: André Bittar)Suspeitos foram presos e levados à delegacia (Foto: André Bittar)

Três suspeitos, que não tiveram os nomes divulgados, foram presos na madrugada desta quarta-feira (24) após furto em uma relojaria, na Rua Maracaju, região central de Campo Grande.

Conforme Daniel Meza, 37 anos, filho do proprietário do estabelecimento, por volta das 4h, bandidos arrombaram a porta da loja e levaram joias. O alarme disparou e a empresa de segurança acionou os donos da empresa e a Polícia Militar.

Em rondas pela região, a PM conseguiu localizar os três suspeitos. Eles foram presos em flagrante ainda com os objetos de furto e levados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Ainda de acordo com Daniel, essa e a segunda vez em menos de três dias que a relojoaria é alvo de bandidos. Na noite de segunda-feira (dia 22), ladrões entraram pelo telhado, danificaram o forro e fugiram levando 30 relógios. “Nesta noite entraram de novo. Tudo indica que são os mesmo ladrões", lamenta. Os relógios não foram recuperados. 

Bandidos danificaram forro para ter acesso a relojoaria (Foto: Direto das Ruas)Bandidos danificaram forro para ter acesso a relojoaria (Foto: Direto das Ruas)

Crimes - Nos primeiros 23 dias, Campo Grande registrou 1.268 crimes de furtos e roubos a comércios, a residências e na rua. Em média, são 55 casos por dia, um caso a cada meia hora.

Os números são altos e assustam, mas se comparados com o mesmo período do ano passado, quando foram 1.479 registros nas delegacias da cidade, houve redução de 14%. 

No ano passado, foram 22.889 casos de furtos e roubos somente na Capital, mas se comparados com com 2016, quando foram 23.393 registros, houve queda de 2%.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions