A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/01/2016 10:28

Livro com história de 80 anos marca aniversário da paróquia São Sebastião

Luana Rodrigues
Livro de graças tem histórias de milagres de São Sebastião, contadas por fiéis. (Foto: Marcos Ermínio)Livro de graças tem histórias de milagres de São Sebastião, contadas por fiéis. (Foto: Marcos Ermínio)
Medição do Santo para alcance de milagres também é tradição na comunidade. (Foto: Marcos Ermínio)Medição do Santo para alcance de milagres também é tradição na comunidade. (Foto: Marcos Ermínio)

Um livro de graças com mais de 200 páginas representa parte dos 80 anos da história da igreja de São Sebastião, em Campo Grande. A obra está guardada na paróquia que fica no bairro Monte Carlo, onde iniciaram ontem (09) as comemorações de 8 décadas de existência da paróquia e pelo dia do santo, comemorado em 20 de janeiro.

Considerado mártir, por ter morrido defendendo o cristianismo, São Sebastião também ganhou notoriedade pela cura de doenças e epidemias. Em Campo Grande, por exemplo, o santo "ganhou" uma comunidade depois de uma promessa de um produtor rural, que queria evitar que sua produção fosse atingida por uma doença, que ameaçava a região.

"Na época o senhor José Roberto fez a promessa e disse que se seu rebanho não fosse atingido pela peste, ele iria construir uma capelinha para ele e ao ter o pedido atendido, cumpriu o que prometeu", conta a coordenadora religiosa da igreja, Dulce de Morais.

A construção da capela começou no ano de 1936 e, desde então, fiéis contam suas histórias de milagres em um livros de graças recebidas por meio da interseção de São Sebastião. "Por causa da história, grande parte dos fiéis são fazendeiros, produtores rurais, mas a comunidade foi crescendo e atingindo outras pessoas. Uma das histórias no livro, por exemplo, é de uma moça que era tetraplégica, e deu testemunho que foi curada por ele", diz Dulce.

Outra tradição dos devotos de São Sebastião na Capital é a "medição do santo". "A pessoa pega uma fitinha, envolve o santo, faz uma oração e depois envolve no local do corpo onde ela sente dor ou tem alguma doença, ou mesmo quando passa por uma alguma dificuldade. Muita gente conta que foi curado assim", explica a mulher.

Em Campo Grande, a programação em comemoração ao dia de São Sebastião é de 11 dias. Hoje haverá almoço pantaneiro, começando às 11h30 e amanhã(11), começa a novena que vai até o dia 19. Já no dia 20 haverá a missa solene, em homenagem ao dia do padroeiro da comunidade. A Paróquia São Sebastião fica na Rua Minas Gerais, 549, Monte Castelo. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions