A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

19/06/2013 11:10

Maior quadrilha de furto a banco do País é formada por parentes

Luciana Brazil
Ladrões foram apresentados na manhã de hoje. (Foto: Marcos Ermínio)Ladrões foram apresentados na manhã de hoje. (Foto: Marcos Ermínio)

A maior quadrilha de furtos de cofres de agências bancárias do País foi apresentada na manhã de hoje (19), no Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco e Resgate a Assaltos e Sequestros), em Campo Grande. Os 15 integrantes do bando, todos parentes, são acusados de furtar a agência do Banco do Brasil, no Parque dos Poderes, no dia 3 de março deste ano.

Mais sete pessoas ligadas ao grupo já foram identificadas, mas ainda não estão presas.

Considerada pelo delegado como a maior quadrilha de furtos de cofres bancários do país, o bando agia em Mato Grosso, no Paraná e em Mato Grosso do Sul.

O grupo também responde por outras quatro tentativas frustradas na Capital, além de um furto em Nova Alvorada do Sul, no dia 6 de abril de 2013.

O bando ficou conhecido como a quadrilha do guarda-sol, por causa da forma como agia para chegar aos cofres.

O delegado Alberto Rossi, responsável pelas investigações, explica que a forma de agir da quadrilha era sempre a mesma. “Eles só agiam aos fins de semana ou feriado. Faziam um buraco na parede e, utilizando o guarda-sol, enganavam o sistema se segurança, conseguindo chegar ao cofre”. A ação durava de dois a três dias e só acontecia durante à noite.

Rossi frisa que os bandidos atuavam apenas em cofres bancários e não em caixas eletrônicos. O cadeirante Joel do Oliveira, 36 anos, e é apontado como o mentor da quadrilha.

Investigações apontam que a quadrilha pode estar envolvida ainda em furtos nos estados de Rondônia, Piauí e Santa Catarina.

O valor do furto na agência do Parque dos Poderes não foi revelado, segundo Rossi, por questões de segurança. Sem dar detalhes de estados ou agências, o delegado informou apenas que da atuação do grupo três casos registraram furtos de R$ 750, 450 e 250 mil.

Estadia: Segundo o delegado, os integrantes do bando são do Paraná e Santa Catarina, e disseram à polícia que estavam na Capital há três meses.

Dos 15 presos, quatro estavam no Paraná e foram trazidos na sexta-feira para a Capital. Os outros 11 bandidos foram detidos, também na sexta-feira, no bairro Dom Antonio Barbosa, em Campo Grande, sendo quatro deles por mandado de prisão preventiva de Nova Alvorada do Sul.

De acordo com o delegado, o grupo comprou, à vista, três residências, no bairro Dom Antônio Barbosa. “As casas foram reformadas. Eles compraram móveis novos e isso também chamou a atenção da polícia”.

Com eles, também foram apreendidos cinco veículos- dois Puntos, um Gol, um Voyage, e um Golf.

Apenas quatro deles não tinham passagem pela polícia, os outros já tinham cometido furto.

Ação: Com a investigação, que durou cerca de três meses, a polícia conseguiu traçar o perfil dos bandidos. O modus operandi da quadrilha surpreendeu os policiais. “O modus operandi era diferente do que já tínhamos visto aqui no Estado. Pode-se dizer que eles formem a maior quadrilha deste tipo de furto”, afirmou Rossi.

Em outras tentativas de furto, o bando tentou chegar ao cofre de agências bancárias no bairro Tijuca, na avenida Eduardo Elias Zahran e na Afonso Pena.

Foram apreendidos materiais de construção, como lixadeira, além de 1,6 mil moedas. A prisão da quadrilha foi uma ação conjunta com a polícia do Paraná.

Os envolvidos, Sergio Antunes, 36 anos, Marilene de Oliveira, 28 anos,(esposa de Sergio), os irmãos Jonas de Oliveira, 26 anos, Josias de Oliveira, 24 anos, Jair Carlos Lima de Oliveira, 29 anos, Joel de Oliveira, 36 anos, Adriana Aparecida Miranda, 26 anos, (esposa de Joel), Izequiel Santos da Costa, 27 anos, Giliano Ribeiro Alves, 25 anos, João Maike Miguel Correa, 20 anos, Gislaine da Costa Felis, 24 anos, (esposa de Josias e irmã de Izequiel), Ezaul de Oliveira Trindade, 20 anos, (primo dos irmãos oliveira), Jeferson Bruno dos Santos Morais, 21 anos, Efraim Renan dos Santos Morais, 21 anos, (cunhado de Jonas) e Marcos Tiago Oliveira Moraes, 21 anos, (primo dos irmãos oliveira) estão sendo acusados de furto e formação de quadrilha.



familia que trabalha unida, permanece unida!!!!
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
 
clayton L da Cruz em 19/06/2013 19:56:38
Pera aí! Só 4 não tinham passagens na polícia? Então quem foi o responsável pela soltura dos criminosos? O responsável que assinou o alvará de soltura deve ser responsabilizado por liberar criminoso sem condições de viver em sociedade. Qual a avaliação feita para garantir que os mesmo não voltariam ao crime? Os advogados dos bancos roubados podem entrar com processo contra os estados aos quais os mesmos estavam presos e foram libertos assim como contra os que assinaram o alvará de soltura dos mesmos! Os políticos "roubam" o povo com impostos para sustentar seus semelhantes nos presídios e os soltam para prejudicar o povo, chega! Manifestações sim e processo contra o estado e seus responsáveis também! Prejuízo no bolso deles e tudo se resolve!
 
Alexandre de Souza em 19/06/2013 19:02:12
se todos morressem qual deles faria falta ao mundo ???
 
Karine Banthos em 19/06/2013 17:02:38
Que família, cade a Mães destes bandidos, onde ela estava que não conseguiu colocar os filhos no caminho do bem, Família corrompida pela bandidagem, uma vergonha aos olhos do povo e aos olhos de Deus.
 
Marcos Jose Orejana em 19/06/2013 16:52:07
Isso é que é família unida! Povo bão barbaridade! Ainda bem que a nossa polícia "quando quer" não dá moleza, prendeu indiada!
 
Olices Trelha em 19/06/2013 16:03:27
Parabéns pelo excelente trabalho.
 
GAUDENCIO BAPTISTA em 19/06/2013 15:23:44
Só pessoas novas. Não querem trabalhar, quer ter vida fácil sem preocupações.
 
Antonio Reis em 19/06/2013 14:54:19
que bonita essa família TODOS ESTÃO SUPER UNIDOS !!!!!!!!!!
 
idevaldo de jesus em 19/06/2013 13:20:27
Meus parabéns á Polícia de MS!!!!!
 
Oscar Soler Vilanova em 19/06/2013 12:42:35
Que maravilha ! Beleza de família...
 
Marcos Figueiredo em 19/06/2013 11:42:30
Parabéns as polícias de Mato Grosso do Sul e do Estado do Paraná. Excelente trabalho. Esperamos agora que justiça cumpra a parte dela.
 
Laudicéa Camargo em 19/06/2013 11:33:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions