A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/06/2015 12:00

Mais um vídeo onde funcionário de empresa de segurança furta loja

Luana Rodrigues
Imagens mostram funcionário mexendo em gavetas da loja(Foto: Reprodução)Imagens mostram funcionário mexendo em gavetas da loja(Foto: Reprodução)

Após reportagem divulgada pelo Campo Grande News, que mostrou a história de uma comerciante de 42 anos, que levou um prejuízo de R$ 12 mil ao ter sua lanchonete furtada pelo funcionário de uma empresa de segurança no mês passado, um leitor encaminhou um vídeo de outro caso que teria ocorrido em 2012, em uma loja de ferramentas, localizada na avenida Calógeras, centro de Campo Grande.

Conforme o leitor de 45 anos, que preferiu não se identificar, na época eles haviam instalado uma única câmera na loja, como teste. Ao visualizarem as imagens do aparelho no dia 31 de dezembro de 2012, os empresários flagraram o funcionário da empresa responsável pela segurança do comércio revirando gavetas e papéis.

Na época, os responsáveis pela loja apenas comunicaram a empresa de segurança, mas não registraram boletim de ocorrência, pois não conseguiram saber se o homem havia furtado algo, por não terem o controle dos produtos vendidos. A empresa de segurança informou aos donos da loja que o funcionário foi demitido. "O que nos deixa preocupados é se essa empresa demitiu e outra o contratou pela experiência, sem saber desse caso de furto, ficamos pensando que pode ser a mesma pessoa", disse o leitor.

O lojista conta que após o "suposto furto" foram instaladas mais cinco câmeras de segurança na loja e o sistema de trabalho conjunto com a empresa de segurança foi modificado. "Agora não deixamos com eles as chaves da porta que dá acesso ao interior da loja, perdemos a confiança", explicou.

 

Outro caso - Episódio semelhante, envolvendo outra empresa, foi registrado no dia 30 de maio. Uma mulher de 42 anos entrou em contato com a empresa responsável pela segurança da loja que da qual é proprietária, informando que o local havia sido arrombado. No dia seguinte, a empresa enviou um funcionário para o comércio, já que a porta da entrada, de vidro, estava com a fechadura e cadeados quebrados.

O mesmo funcionário, que deveria fazer a segurança externa do local, entrou no estabelecimento sem autorização e furtou um aparelho celular, balas e barras de chocolate.

Para descobrir o que havia acontecido, a mulher recorreu às imagens do circuito interno e constatou que o homem havia furtado os produtos. O vídeo mostra que ele ficou por 17 minutos dentro do estabelecimento, o tempo todo uniformizado e com capacete na cabeça.

No dia 1º deste mês, a vítima registrou um boletim de ocorrência e mostrou as imagens para a empresa de segurança. Desta forma, o administrador da empresa demitiu o funcionário por justa causa e ressarciu a vítima com R$ 100 e mais um celular diferente do que havia sido furtado.

A vítima disse ao Campo Grande News que a lanchonete foi furtada mais duas vezes, e que o prejuízo já passa de R$ 20 mil. Para coibir a ação dos bandidos, ela instalou sete câmeras e pediu a ajuda de um policial que faz a segurança no período noturno.

O caso foi registrado na Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) como furto qualificado com abuso de confiança ou mediante fraude ou escalada e destreza. Policiais investigam o caso.

Confundido com ladrão, homem causa acidente e acaba agredido
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions