ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  30    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Marquinhos diz que irá prorrogar suspensão das aulas na rede municipal

Prefeito disse que aulas na Reme não voltam na próxima semana e manterá suspensão dos passes de estudantes e de idosos

Por Silvia Frias e Clayton Neves | 01/04/2020 12:38
Marquinhos diz que segue recomendações do Ministério da Saúde (Foto: Henrique Kawaminami)
Marquinhos diz que segue recomendações do Ministério da Saúde (Foto: Henrique Kawaminami)

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) anunciou que as aulas da Reme (Rede Municipal de Educação) continuarão suspensas, o que significa a prorrogação do decreto publicado no dia 16 de março, agora, por tempo indeterminado. Para coibir a circulação das pessoas acima de 60 anos, o passe do idoso também permanece suspenso.

No decreto, a suspensão das aulas na Reme passou a valer a partir do dia 18 de março, por 20 dias corridas, ou seja, até a primeira semana de abril. A mesma restrição havia sido imposta para os Centros de Convivência dos Idosos, já que o passe também permanecerá cortado.

“Uma coisa é certa, escolas não voltam na próxima semana”, disse Marquinhos, em entrevista concedida há pouco na Esplanada Ferroviária, para onde transferiu o gabinete da prefeitura desde que os trabalhos de combate ao novo coronavírus (Covid-19) se intensificaram.

A medida está alinhada ao que foi determinado pelo governo do Estado, que também prorrogou o prazo de suspensão das aulas na rede estadual, agora, até dia 3 de maio. No caso do Município, o prefeito não estipulou quando as aulas na Reme devem ser retomadas. Para isso, também permanece sem validade o passe de estudante.

“Essas medidas foram tomadas em cima de orientações do que já recebemos do Ministério da Saúde”, disse o prefeito.

A regra atingirá 104 Emeis (Escolas Municipais de Educação Infantil) e 98 escolas de Ensino Fundamental da Reme, que no total atendem 107 mil alunos.