ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  17    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Médico diz ao MPF que não faz cirurgias no HU por falta de materiais

Por Nadyenka Castro | 21/03/2012 16:00

Diretor do hospital havia dito que os procedimentos não eram realizados porque o profissional não aceitava fazer

Enquanto aproximadamente três centenas de pacientes esperam por cirurgias ortopédicas em Campo Grande, no HU (Hospital Universitário), médico e direção não se entendem sobre a responsabilidade dos procedimentos.

Em reunião com o MPE (Ministério Público Estadual) na última segunda-feira, o diretor do HU, José Carlos Dorsa Vieira Pontes, disse que operações em ombro não estão sendo feitas no local porque o especialista se recusa a fazer os procedimentos alegando não ser concursado para a função.

Já o médico falou ao MPF (Ministério Público Federal), nessa terça-feira, que as cirurgias não estão sendo realizadas porque nem todos os materiais necessários foram adquiridos pelo HU.

Fila- Enquanto não há solução para a questão, diversas pessoas convivem com dores a espera de cirurgia para dar fim ao sofrimento.

Segundo informações do HU ao MPE, 115 pacientes foram avaliados e atendidos pelo HU. Destes, aproximadamente 70 necessitam de cirurgia de ombro.

Já a Santa Casa ao 116 pacientes. De acordo com o MPE, o diretor suplente da Junta Administrativa da Santa Casa, Nilo Sérgio Laureano Leme, disse que o hospital vem fazendo uma média diária de 30 a 35 cirurgias de urgência e que a dificuldade maior é o espaço no Centro Cirúrgico.

Ele disse ainda que será feito consulta em 61 pacientes da demanda judicial, no final de semana, para avaliação quanto à necessidade de cirurgia e esclareceu que está em negociação com os ortopedistas para a realização dos procedimentos eletivos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário