ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Médico não dá atestado a paciente de UPA e é agredido com soco no olho

Por Graziela Rezende | 15/02/2014 11:52

Internado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida, em Campo Grande, Damião Cláudio dos Santos, 38 anos, é acusado de agredir o médico que lhe prestou atendimento na madrugada deste sábado (15). O profissional, Oscar Ernesto Gallegos Vera, 60 anos, foi quem registrou a ocorrência por ameaça e lesão corporal dolosa.

Segundo o médico, que estava de plantão, ele realizou um curativo no paciente, que apresentava um ferimento no supercílio direito de dois centímetros. Assim que liberado, com indicação médica de amoxicilina e dipirona, além de uma vacina contra tétano no posto de saúde mais próximo de sua casa, Damião solicitou atestado de afastamento de trabalho.

O profissional, por ser um pronto atendimento, disse que não fornecia atestado. Nervoso, Damião saiu da sala, conforme a auxiliar de enfermagem Ana Paula Braz, e ainda disse que “averiguaria o endereço do médico para matá-lo”.

Em direção ao corredor interno do Pronto Socorro, o paciente encontrou o médico e o agrediu com um soco no olho direito. Enquanto o médico ficou lesionado e sangrando, Damião fugiu do hospital. O fato está sendo investigado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário