ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Menino soterrado no lixão tem 9 anos e estava junto com amigo, afirma mãe

Marta Ferreira e Viviane Oliveira | 28/12/2011 19:02
Bombeiros buscam criança soterrada no lixão.(Foto: Simão Nogueira)
Bombeiros buscam criança soterrada no lixão.(Foto: Simão Nogueira)

O menino que trabalhadores viram ser soterrado nesta tarde no lixão da saída para Sidrolândia tem 9 anos, segundo informou a mãe dele, Lucilene Correia, de 31 anos, que chegou no local há pouco.

Desesperada, ela disse que o filho estava no local com um amigo e não com um irmão, como informado antes. O menino se chama Maikon Correia de Andrade.

Equipes dos bombeiros, do Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência) e da Polícia Militar estão no local. Uma retroescavadeira deve ser usada para auxiliar nas buscas.

Parte da equipe de salvamento tenta localizar o garoto que estava com Maikon, que escapou e fugiu.

A mãe disse que o filho não costumava freqüentar o lixão, onde a presença de crianças é proibida. Moradora no Dom Antônio Barbosa, ela disse que já trabalhou no lixão, há muito tempo, antes de ter filhos. Ela tem 5.

A busca já passa de uma hora. Pelo menos 15 bombeiros estão no local, quatro deles no local conhecido como barranco, onde as crianças estavam.

Havia, segundo catadores que estão no local, cerca de 15 crianças. O desmoronamento aconteceu quando um caminhão chegou para despejar o lixo, que foi compactado por uma máquina, como é a praxe.

A compactação, segundo testemunharam trabalhadores, costuma gerar desmoronamentos do lixo. Isso é o que torna o local onde as crianças estavam o mais arriscado do aterro e por isso mesmo o mais lucrativo.

Nos siga no Google Notícias