A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/12/2014 18:37

Mesmo com orientação trânsito segue complicado e vagas são raridade no centro

Paulo Francis e Vânia Galceran
Trânsito segue lento na região central. (Foto: Marcos Ermínio)Trânsito segue lento na região central. (Foto: Marcos Ermínio)
População lotam o centro e sai para as compras de fim de ano(Foto: Marcos Ermínio)População lotam o centro e sai para as compras de fim de ano(Foto: Marcos Ermínio)

Conforme vamos nos aproximando do natal a região central de Campo Grande vem se tornando tumultuada a cada dia que passa por conta dos festejos de fim de ano. Neste período é que o trafego aumenta significativamente devido a população que sai as compras e pessoas do interior e de outros estados que passam pela capital, e por esse motivo que o transito fica muito lento, surgindo engarrafamentos e deixando o consumidor cada vez mais estressado.

Se para circular no centro com um veículo está difícil, imagine então para estacioná-lo. Em um rápido giro pela região central é praticamente impossível encontrar uma vaga de estacionamento de rua controlado pela empresa Flex Park ao valor de 1 real e 50 centavos a hora.

Na opinião do orientador de trafego Álvaro Dieferson, 19, o transito está muito complicado principalmente na região da 14 de Julho e Dom Aquino, pois o fluxo de pessoas ás compras esta muito intenso e aconselha os condutores para evitar transtornos de andar por horas em busca de uma vaga que estacionem seus veículos em ruas que não tenham muitas lojas.

“ Quem quiser achar uma vaga por aqui tem que vir cedo por que depois de certo horário já não se acha mais e se achar pode ter certeza que a pessoa levou muita sorte. É mais fácil achar vagas se afastando um pouco de onde se concentra o movimento como nas ruas abaixo da rua calógeras do que aqui pelo centro.”

 

 

 

Vagas no centro são raras de ser encontradas.(Foto: Marcos Ermínio)Vagas no centro são raras de ser encontradas.(Foto: Marcos Ermínio)

Uma alternativa aos condutores e clientes são os estacionamentos particulares espalhados pela cidade, o valor cobrado é mais caro que o estacionamento de rua mas é a única solução para quem não quer perder tempo rodando sem rumo por ai. Em geral o preço praticado é de 1 real 50 centavos a cada 15min gradativamente mas até mesmo esses estacionamentos em horários de pico chegam trabalhar com a capacidade máxima devido ao aumento significativo de automóveis circulando na cidade.

O encarregado de um estacionamento na Avenida Afono Pena Valdenilson Luiz da Rocha, 27 diz que em horários de pico recebe tantos veículos que chega a faltar espaço. “ Todo ano a essa época do ano o movimento aumenta bastante, uma semana antes do natal já começa. Aqui tem passado ultimamente 150 carros por dia, quando começa a encher já coloco a placa de lotado porque temos os mensalistas aqui e não podemos deixar eles não mão”, justifica o encarregado.

Em outro estacionamento localizado na Rua Dom Aquino que tem a capacidade para 400 veículos o gerente Charles Massoud, 45, diz que em sua opinião está bem intenso o movimento mas não tanto como o esperado e que o horário estendido tem facilitado as compras e muitas pessoas tem optado por ir ao centro no período noturno.

“ Muitas gente reclama de pagar estacionamento mas na minha opinião isso faz parte da necessidade de se ter um bem, como pagar o licenciamento, colocar gasolina, trocar óleo, pneu, etc. A pessoa paga por um serviço, se não pagar vai deixar na rua jogado ai vai saber o que pode acontecer. Outro dia mesmo um cara deu ré no carro derrubou um monte de motos engatou a primeira e foi embora e as pessoas ficaram no prejuízo”, alega Charles

O gerente conta que com o horário diferenciado o publico esta bem distribuído, e que de dia o pessoal reclama do sol, da correria, já de noite é bem mais tranquilo. Um outro fato é que a administração do local reclama que caminhões que entregam mercadorias as lojas param bem na entrada do mesmo bloqueando a entrada de saída dos veículos, tumultuando ainda mais o fluxo no local.

 

 

 

Em horários de pico estacionamentos chegam a trabalhar com capacidade máxima.(Foto: Marcos Ermínio)Em horários de pico estacionamentos chegam a trabalhar com capacidade máxima.(Foto: Marcos Ermínio)
Horário estendido é uma alternativa para não pegar tumulto durante o dia. (Foto: Marcos Ermínio)Horário estendido é uma alternativa para não pegar tumulto durante o dia. (Foto: Marcos Ermínio)

Para tentar amenizar um pouco essa situação a mais de 1 mês a Prefeitura de Campo Grande colocou em diversos pontos da cidade vários Guardas Civis Municipais na função de Agente de Transito. Ao todo são 83 Guardas orientando o transito de Campo Grande e mais a Agetran (Agencia Municipal de Trânsito) divididos em três turnos de 6h cada, no período da manhã, tarde e noite, sendo que há previsão de aumento do efetivo. O objetivo é auxiliar e orientar na fluidez do transito fazendo com que os motoristas respeitem as leis de transito a modo de evitar acidentes.

 

Guardas Municipais de Trânsito orientam pedestres e motoristas. (Foto: Marcos Ermínio)Guardas Municipais de Trânsito orientam pedestres e motoristas. (Foto: Marcos Ermínio)

Apesar de muitas reclamações há quem não se importe nenhum pouco com esse tumulto e fica até feliz com toda essa correria pois é daí que vem uma grana extra a mais no fim do ano. Como é o caso do mototaxista Mauro André Vieira, 43, que trabalhando a mais de 20 com essa profissão já está acostumado todos os anos nesta mesma época o movimento aumentar bastante.

“ Eu não ligo do tumulto não, pelo ao contrario gosto bastante, isso faz parte do processo natural, as pessoas querem consumir o 13º está na conta e se está movimentado é bom sinal porque o dinheiro está circulando na praça. Agente também sai ganhando, as corridas aumentam, não da nem tempo de parar no ponto, sai de um corrida e já pega outra logo em seguida, isso é bom demais”, finaliza Mauro.

Mototaxista se anima com correria de fim de ano.(Foto: Marcos Ermínio)Mototaxista se anima com correria de fim de ano.(Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions