ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  22    CAMPO GRANDE 16º

Capital

Modernização semafórica e temporizadores vão melhorar travessia do pedestre

Por Paula Vitorino | 09/11/2011 15:20

Investimento de R$ 12 milhões ainda irá diminuir efeito dos “semáforos apagados pelo sol”, aumentar número de sinaleiros com temporizados e reordenar o tempo do sinal em cruzamentos complexos para a travessia do pedestre

Rudel Trindade anuncia reestruturação do sistema de sinalização semafórica.
Rudel Trindade anuncia reestruturação do sistema de sinalização semafórica.

Dentro de um ano, os 364 semáforos de Campo Grande passarão a contar com uma central de funcionamento, que irá permitir a regulação dos tempos dos equipamentos de forma informatizada e mais precisa.

De acordo com o diretor-presidente da Agetran, Rudel Trindade, a central irá melhorar principalmente o fluxo na área central, tanto para os motoristas como para os pedestres.

O sistema pretende acabar ou pelo menos diminuir com o problema das faixas “sem vez para o pedestre”. A falha acontece em cruzamentos da 14 de Julho com Afonso Pena ou Dom Aquino, por exemplo.

Mesmo com o sinal da 14 fechado, os veículos que fazem a conversão pelas outras vias afetam a passagem do pedestre. Sendo assim, o pedestre nunca consegue ter o sinal aberto para a sua travessia.

“A modernização dos equipamentos e a central semafórica vão possibilitar que o tempo de abertura seja controlado ou podemos estudar outras maneiras de reordenar o trânsito”, explica.

O problema foi abordado nesta manhã durante apresentação da campanha “Pedestre, eu cuido!”, que será lançada na Capital nesta quinta-feira (10). O objetivo é conscientizar motoristas sobre o respeito ao pedestre na travessia da via.

Novos semáforos - O pacote de melhorias semafóricas ainda prevê a modernização da maioria dos equipamentos com instalação de mais temporizadores e focos de LEDs. Serão beneficiados 210 dos 364 semáforos da Capital.

Com isso, o número de equipamentos com os temporizadores para passagem de pedestres pula de 48 para 210.

Já os focos de LEDs devem diminuir o efeito do sol nas luzes, que apaga as cores e provoca o popular “semáforo apagado”.

Rudel ainda destaca que a central semafórica e os novos equipamentos vão melhorar a sinalização em dias de chuva, por exemplo, com a maior agilidade e controle no gerenciamento.

O recurso para a modernização semafórica é de R$ 12 milhões e está dentro do pacote de verbas do Governo Federal do Pró-Transporte, que é orçado em R$ 58 milhões para pavimentação de 100% das linhas de ônibus Campo Grande.

Segundo Rudel, a empresa responsável pelas adequações na sinalização deve ser definida no início de 2012 e modernização concluída até o fim do próximo ano.

Nos siga no Google Notícias