A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/10/2014 15:14

Morador realiza sonho da casa própria e fica sem luz por causa da violência

Renan Nucci
Morador pegou extensão de energia da casa do vizinho para manter, pelo menos, a geladeira ligada. (Foto: Marcelo Calazans)Morador pegou extensão de energia da casa do vizinho para manter, pelo menos, a geladeira ligada. (Foto: Marcelo Calazans)

Após muito tempo morando de aluguel, o recepcionista campo-grandense Nilson Leandro Costa, 43 anos, conseguiu realizar o sonho da casa própria. O financiamento foi aprovado,  ele recebeu as chaves do imóvel localizado na Rua Dário Anhanha Filho, no Parque Lageado, e se mudou, porém, ainda falta um detalhe: a energia não foi ligada no local. O motivo disso, segundo ele, seria a violência da região.

O recepcionista afirma que fez o pedido no dia 22 de setembro, mas até agora o Grupo Energia, empresa concessionária, não fez a ligação (o prazo legal é de até três dias úteis). Ele afirmou que após vários telefones à central de atendimento ao cliente, recebeu a informação de que novas ligações foram interrompidas na área que compreende também o Parque do Sol, Bairro Dom Antônio Barbosa e a Favela Cidade de Deus, por causa de violência.

“Soube que é por causa da onda de violência na região, as equipes não estão fazendo novas ligações e estou no prejuízo. Sou um cidadão de bem que pago meus impostos e tenho meus direitos”, disse ele lembrando que, diante desta situação, teve que pedir uma extensão de energia do vizinho para manter ao menos a geladeira em funcionamento, conservando os alimentos. “Não entendo os motivos. A água, por exemplo, foi ligada rapidamente”, completou.

O Grupo Energisa afirmou, por meio da assessoria de imprensa, que a situação de Nilson é regular, e que as equipes já estão a campo para resolver o problema. Sobre a questão da interrupção devido à criminalidade, a concessionária disse que as informações não procedem e que os serviços continuam sendo realizados normalmente na região. A demora pela instalação na casa do recepcionista está sendo apurada, já que não é procedimento da empresa.

Polícia apura ligação entre crimes no Parque Lageado; duas pessoas morreram
A Polícia Civil de Campo Grande apura a ligação entre dois crimes ocorridos no último final de semana, no Parque Lageado, e que resultaram na morte d...
Jovem de 22 anos é assassinado por motociclista no Lageado
Um homem de 22 foi morto com um tiro na noite de ontem no Parque Lageado, em Campo Grande, por um motociclista ainda não identificado na rua Cenia So...
Motociclista passa atirando e fere quatro pessoas no Parque Lageado
Duas pessoas em uma motocicleta passaram atirando e feriram quatro pessoas na noite desta sexta-feira (19) na Rua Adelaide Maria Figueiredo, no bairr...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions