A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

11/11/2011 10:18

Moradores dizem que “baderna” virou rotina em conveniência onde homem foi morto

Francisco Júnior

Vítima foi morta com um tiro na cabeça. Suspeito do crime está foragido

De acordo com vizinhos, local virou ponto de baderna. (Foto: Simão Nogueira)De acordo com vizinhos, local virou ponto de baderna. (Foto: Simão Nogueira)

Vizinhos da conveniência onde um homem foi morto na madrugada desta sexta-feira (11), na Vila Anahi, em Campo Grande, dizem que o local se tornou um ponto de “baderna”.

“Já cansei de chamar a polícia aqui”, contou Marcos Peixoto, 36 anos, que mora ao lado do estabelecimento.

Ele disse já estava dormindo quando aconteceu a confusão, que resultou na morte de João Pinheiro de Oliveira, 47 anos. “Eu fui acordado com essa briga que teve aqui. Escutei os tiros e a hora que sai para ver o que havia acontecido, encontrei o cara caído aqui no chão. Ele ainda estava vivo”.

Segundo ele, todos os dias pessoas se aglomeram na conveniência para beber e ouvir música. “ Tem dia que a baderna fica até 2 hora da manhã. Eles colocam som alto aí e não nem se importam com os vizinhos”.

O aposentado Argemiro Mora, 77 anos, disse que não consegue ter um sono tranquilo algazarra no local. “ Sábado e domingo sãos os piores dias. Música alta o tempo todo. Um monte de gente bebendo, gritando, falando alto. Aqui é difícil dormir”, reclamou o idoso que também mora ao lado da conveniência.

Ele disse que também escutou os tiros. “Eu ouvi os disparos, mas achei melhor não ir ver o que estava acontecendo”.

Crime – O crime aconteceu por volta das 1h20. A conveniência fica na avenida Albert Sebin. A vítima, João Pinheiro, e o suspeito, um rapaz identificado pelo nome de Rodrigo, conhecido com Alemão, estavam bebendo juntos no local.

Rodrigo teria "tirado o sarro" da vítima por conta do time que ela torcia. Oliveira não gostou da brincadeira e desferiu um tapa no rosto do suspeito, que saiu do local. Porém, minutos depois retornou armado e disparou contra a cabeça da vítima, que morreu no local.

Gilberto Pinheiro de Oliveira, 43 anos, irmão da vítima, também foi baleado. Ele recebeu um disparo na boca e na nádega. Ele foi encaminhado para a Santa Casa.



normal, quem é decente não vá a tipo de locais assim,ainda mais fora do horario comum. e assim vai acontecer mto...
 
ERIKA DA SILVA SANTOS em 11/11/2011 11:20:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions