A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

01/03/2018 10:03

Moradores reclamam de insegurança em região onde caminhão foi roubado

De acordo com os vizinhos, há aproximadamente seis meses os assaltos se tornaram constantes no bairro

Bruna Kaspary
Assaltantes estavam sentados embaixo das árvores esperando por caminhoneiro (Foto: Marina Pacheco)Assaltantes estavam sentados embaixo das árvores esperando por caminhoneiro (Foto: Marina Pacheco)

A insegurança na rua das Valquírias, no Portal Caiobá, local onde um caminhão de frete foi roubado e o motorista sequestrado, virou rotina, principalmente nos últimos seis meses, garantem os moradores. Segundo eles, todo mês pelo menos uma casa é arrombada na região.

Segundo o caminhoneiro Manfreh da Silva, de 31 anos, a esposa dele viu dois homens sentados embaixo de uma árvore há poucos metros de casa, e já suspeitou deles. "Nós todos conhecemos todos aqui na rua, ela termina logo aqui em baixo, então se tem alguma pessoa diferente andando aqui, a gente já desconfia".

Uma vizinha, que preferiu não se identificar, viu toda a cena e lembra que foi tudo muito rápido. Ela estava saindo de casa para trabalhar, por volta das 13h10, quando viu o caminhão parar do outro lado da rua.

"Ele parecia estar procurando o endereço, até ia perguntar se era para o meu filho, que ele sempre compra coisa pela internet, mas quando eu virei de volta para a rua, vi o cara entrando no caminhão com uma arma em mãos", relata.

De acordo com ela, os dois homens vistos pela esposa de Manfreh ainda estavam no mesmo local, e foram eles que abordaram o caminhoneiro, levando ele e o veículo.

Segundo os vizinhos, a onda de roubos no bairro está assustando a todos. "Todo mês tem um assalto aqui, mês passado tentaram entrar na casa da esquina, mas meu marido viu e gritou, há uns dias entraram na casa do lado da minha, e tá assim direto", explica uma das moradoras.

A casa da esquina é a Manfreh, que depois do arrombamento instalou câmeras de segurança na residência. "A gente vai dificultando o máximo que dá, para ver se pelo menos eles têm um pouco de medo".

Policiamento – De acordo com o Coronel Mário Ângelo Ajala, do 1º Batalhão da Polícia Militar, situações de roubos e arrombamentos são comuns na região, mesmo com policiamento preventivo, e há aproximadamente um ano e meio os casos têm aumentado constantemente.

Atualmente o policiamento é feito com duas viaturas em toda a região dos bairros Caiobá 1 e 2, Celila Jallad e Vivendas do Parque, e a partir da semana que vem devem voltar as rondas de moto, garante o coronel.

"O tempo todo estamos com ocorrências na mão, são muitas, e a gente precisa dar prioridade e atender aquelas mais graves, principalmente as que atentam contra a vida", explica Ajala.

Vítima do golpe do falso frete na Capital fica 6 horas em poder de bandidos
Motorista de 40 anos foi vítima do falso frete, por volta das 14h de ontem (1), na Rua das Valquírias, no Portal Caiobá, em Campo Grande. Além de ter...
Polícia investiga estupro de irmãs com consentimento da mãe, 1 engravidou
O estupro de duas meninas, de 17 e 14 anos, cometido pelo padrasto, é investigado pela polícia de Campo Grande. O crime aconteceria com consentimento...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions