ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Morto com bala perdida, Sérgio só tinha vindo passar fim de semana

No portão da casa, reportagem se deparou com cena comovente e família incrédula

Por Aline dos Santos e Bruna Marques | 24/10/2021 13:25
Antes de levar terno para vestir corpo, filha borrifou o perfume do pai. (Foto: Marcos Maluf)
Antes de levar terno para vestir corpo, filha borrifou o perfume do pai. (Foto: Marcos Maluf)

Comoção e incredulidade marcam a família de Sérgio Bianco, 72 anos, que morreu vítima de bala perdida. O homem, que morava em Birigui (interior de São Paulo), chegou na sexta-feira e tinha vindo apenas passar um fim de semana em Campo Grande.

Na tarde de ontem (dia 23), por volta das 15h, ele estava na Rua Roraima, no Jardim Panorama, quando foi ferido. Na Santa Casa, enquanto era atendido, ainda conseguiu contar que sentiu uma fisgada na lateral da costela direita e, ao verificar o que havia acontecido, encontrou um furo e muito sangue. Ele faleceu na madrugada deste domingo.

Na casa, a reportagem encontrou uma família enlutada e uma cena comovente. Enquanto João Orenha, 56 anos, sobrinho da vítima, segurava o terno que seria levado para vestir Sérgio, a filha do idoso, chorando bastante, pediu para borrifar perfume, porque o pai só saía perfumado de casa.

“Não tem muito o que possa passar para você. Estava todo mundo almoçando aqui e ele tinha o costume de sair para andar. De repente, ouvimos ele gritando no quintal, cambaleando e pedido ajuda. A gente não sabe se ele chegou a ir para a rua. Estávamos dentro de casa. Não tem como achar nada”, diz João Carlos.  O corpo de Sérgio Bianco será levado para Birigui.

O caso foi registrado na Depac Centro (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) como morte a esclarecer.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário