A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

25/01/2016 07:55

Morto durante assalto levava esposa para esperar ônibus de viagem

Viviane Oliveira e Luana Rodrigues
Facão que estava com a vítima foi apreendido. (Foto: Marcos Ermínio)Facão que estava com a vítima foi apreendido. (Foto: Marcos Ermínio)
Segundo o delegado, testemunhas disseram que a vítima reagiu o assalto usando um facão. (Foto: Marcos Ermínio) Segundo o delegado, testemunhas disseram que a vítima reagiu o assalto usando um facão. (Foto: Marcos Ermínio)

Morto durante assalto na noite de ontem (24), Carlos Guilherme dos Santos Bertoldo, 30 anos, havia levado a esposa para esperar ônibus de viagem, na noite de ontem (24), na Avenida Duque de Caxias, próximo ao Aeroporto Internacional, na Vila Eliane, em Campo Grande.

Conforme o delegado Enilton Zalla, plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, a vítima estava em uma picape Strada Working e havia levado a esposa até um ponto de ônibus, quando foi abordada por quatro homens, dois em cada moto.

Os dois garupas desceram e anunciaram o assalto. A vítima, que portava um facão, teria reagido e corrido atrás dos bandidos, mas em um determinado acabou atingida no no peito esquerdo, na altura do coração, por um disparo de arma de fogo. Carlos chegou a ser socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência), mas já chegou morto na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida.

Segundo o delegado, testemunhas contaram que foram disparados de 3 a 4 tiros. Depois disso, os bandidos fugiram nas motos. Tudo indica que os ladrões não conseguiram roubar nada. Há marcas de sangue na ponta do facão. “Porém, ainda não temos confirmação se um dos bandidos foi ferido”, diz a autoridade policial.

A esposa da vítima teria presenciado o assalto, que resultou na morte do marido. A informação é de que a mulher iria para a cidade de Terenos ou Aquidauana.

Ela ainda não foi ouvida pela polícia, porque está em estado de choque. O caso foi registrado como roubo, se da violência resulta em morte na Depac, mas deve ser investigado pela Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos). O facão e o carro da vítima foram levados à delegacia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions