ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Caminhoneiro baleado foi vítima do golpe do falso frete

Vítima deve prestar depoimento na Defurv nesta sexta-feira (25)

Por Adriano Fernandes e Marta Ferreira | 24/09/2020 20:51
Caminhão baú foi recuperado pela Polícia Militar na saída para São Paulo. (Foto: Reprodução) 
Caminhão baú foi recuperado pela Polícia Militar na saída para São Paulo. (Foto: Reprodução)

O motorista do caminhão baú que foi baleado por assaltantes no final desta tarde (24) em região do Bairro Santo Eugênio foi vítima do golpe do “falso frete”. Neste tipo de crime os bandidos se passam por clientes ao encomendar um suposto frete, que na realidade é uma emboscada.

Mais detalhes sobre o caso ainda estão sendo investigados pela Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos). O motorista deve prestar depoimento nesta sexta-feira (25), segundo a delegada Aline Gonçalves Sinott Lopes, titular da delegacia.

Ainda conforme Sinott a vítima não corre risco de morte. O motorista está internado na Upa (Unidade de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Universitário. Ele foi baleado no tórax e na mão. Há suspeita de que ele tenha reagido ao assalto.

O caminhão baú que era conduzido pela vítima foi encontrado pela Polícia Militar à margem da BR-163 na saída para São Paulo. Ainda não há informação sobre o paradeiro dos assaltantes.

O caso – O motorista em uma região conhecida como “Buracão” na Rua Ênio Cunha, que é bastante escura e sem asfalto e nem residências. No local, apurado pelo Campo Grande News, houve tentativa de levar o caminhão do motorista. O bandido, que está foragido, disparou arma de fogo e atingiu a vítima em duas partes do corpo.

Moradores socorreram o homem ferido e, depois, a Polícia Militar e também o Corpo de Bombeiros chegaram ao lugar. Segundo as informações levantadas, a polícia está à procura dos criminosos. Seriam pelo menos dois envolvidos. O Batalhão de Choque da Polícia Militar é uma das unidades envolvidas na ação.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário