A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/12/2014 19:44

Motoristas ficam presos em congestionamento na avenida Afonso Pena

Vania Galceran
Congestionamento na Avenida Afonso na tarde desta segunda-feira. (Foto: Alcides Neto)Congestionamento na Avenida Afonso na tarde desta segunda-feira. (Foto: Alcides Neto)

A chuva na manhã desta segunda-feira (22) causou congestionamento nas principais vias de acesso aos bairros em Campo Grande. Às 7h30, a AGETRAN (Agência Municipal de Regulação de Trânsito) informou que na saída para São Paulo, na rotatória que da acesso as Moreninahs o trânsito era intenso, Avenida Julio de Castilho, Tamandaré e Saída para Três Lagoas, por causa da chuva e da pista molhada. 

Na Afonso Pena, o congestionamento foi intenso durante a tarde e piora nos horários de pico. Nos cruzamentos com 13 de maio, 14 de julho e Calógeras o engarrafamento é ainda pior. Os semáfaros não conseguiram desafogar trânsito. A AGETRAN teve que manter policiamento reforçado para  que o os motoristas conseguissem chegar em casa, no final da tarde.

O Corpo de Bomeiros ainda não contabilizou o número de árvores que caíram hoje em Campo Grande, também por causa da forte chuva e ventos que chegaram até 60,4km/h, de acordo com Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Na tarde de ontem um grave acidente na BR 163 , há 105km de Campo Grande, também deixou cinco pessoas feridas , uma em estado grave, a pista molhada pode ter sido um dos agravantes, durante a colisão.

Desde o início da tarde desta terça-feira (22), chove sem parar em Campo Grande. O temporal alagou ruas em bairros e na região central da cidade. Alguns moradores da cidade reclamam dos transtornos causados pelas enxurradas, muitos deles se repetem todo ano.

O eletricista, André Faisano, morador do bairro Lageado  disse que a enxurrada toma conta da rua João Selingard. “Nós levantamos o chão da casa, dos quintais, fazemos barrerias e mesmo assim a água invade e traz muita sujeira e pedras que vem do alto da rua”, afirma.

Pedestres e condutores também sofrem com os transtornos causados pela chuva. Na cidade Morena, o volume de água na Rua Buenópolis é motivo de desespero para os moradores que vivem o problema há anos. Por conta do volume de água a enxurrada que vem do bairro Moreninha 2, faz muitos moradores desistirem até de atravessar uma das vias da região. 

Conforme a Defesa Civil, o rio Anhanduí chegou a 1,51 metro. A água atingiu o asfalto da avenida Ernesto Geisel, que fica às margens dele, mas não houve alagamento. Não foram registradas pelo órgão inundações em residências.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão para esta quarta-feira (23), na capital sul-mato-grossense é de tempo parcialmente nublado a nublado, com pancadas de chuva e temperaturas entre 16ºC e 29ºC.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions