A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

10/11/2014 18:00

MPE investiga mudanças em mais 2 prédios históricos no Centro

Alan Diógenes
Paredes de prédio histórico na Rua Doutor Temistocles foram demolidas e sensação é de abandono. (Foto: Marcos Ermínio)Paredes de prédio histórico na Rua Doutor Temistocles foram demolidas e sensação é de abandono. (Foto: Marcos Ermínio)

O MPE (Ministério Público Estadual) abriu inquérito civil para apurar possíveis modificações realizadas em mais dois prédios tombados como patrimônio histórico de Campo Grande. Um deles é o atual Edifício José Abrão, localizado na Rua 14 de Julho, número 2.512, e o outro fica localizado na Rua Doutor Temistocles, número 93. Ambos os prédios ficam no Centro da Capital.

Conforme o órgão, o Edifício José Abrão pode ter sofrido intervenção indevida em sua fachada, especificamente quanto a substituição das janelas de madeiras por janelas de vidro, causando prejuízo ao patrimônio histórico e cultural da cidade. Já o prédio na Rua Temistocles sofreu demolição dos seus compartimentos internos.

O Campo Grande News procurou na tarde desta segunda-feira (10) o proprietário (a) do Edifício José Abrão, mas não conseguimos contato para que ele (a) explicasse se houve mudanças no imóvel ou não.

Também não conseguimos encontrar o dono do prédio na Rua Doutor Temistocles, mas constatamos que o imóvel foi realmente demolido em sua parte interior e não tem mais teto. Apenas a fachada do prédio, que está abandonado, permanece intacta, mas com algumas pichações.

Apenas fachada não foi demolidas, mas está com algumas pichações. (Foto: Marcos Ermínio)Apenas fachada não foi demolidas, mas está com algumas pichações. (Foto: Marcos Ermínio)

O Campo Grande News em contato com a Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), mas não conseguimos retorno na tarde deesta segunda-feira (10) para saber se alguma medida será tomada.

Outro caso – O MPE também instaurou inquérito civil para apurar eventual prejuízo ao patrimônio histórico e cultural da cidade, em face de reformas realizadas no antigo Edifício Nakao, localizado na Rua 14 de Julho com a Dom Aquino.

Segundo o órgão, a fachada do prédio vem sendo descaracterizada pela inserção de revestimento metálico que cobre o friso ornamental peculiar do estilo de construção da época em que ele foi construído.

Atualmente uma loja de roupas e calçados funciona no térreo do prédio. Segundo o dono da empresa, que locou o espaço, um acordo foi feito com o proprietário do prédio para que melhorias fossem feitas no local. Ainda segundo o dono da loja, além do acordo com o proprietário do edifício, um termo de compromisso com a Prefeitura Municipal da Capital foi firmado para que as obras fossem realizadas.

MPE também investiga mudanças no antigo Edifício Nakao, na Rua 14 de Julho. (Foto: Acides Neto)MPE também investiga mudanças no antigo Edifício Nakao, na Rua 14 de Julho. (Foto: Acides Neto)
Homem foge de briga, se envolve em acidente e acaba agredido por moradores
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions