A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Junho de 2018

13/05/2011 17:31

MPE pede afastamento de seis agentes de Unei suspeitos de tortura

Nadyenka Castro e Aline dos Santos

Caso aguarda decisão da Justiça

O MPE (Ministério Público Estadual) pediu o afastamento de seis agentes socioeducativos da Unei (Unidade de Internação Educacional) Dom Bosco, em Campo Grande, suspeitos de terem torturado adolescentes.

De acordo com a promotora de Justiça Vera Aparecida Cardoso Bogalho Frost Vieira, da 28ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude, denúncia feita ao órgão informava que no dia 17 de março deste ano, quando a Unei estava funcionando no prédio da antiga Colônia Penal Agrícola, estes servidores agrediram vários internos com socos, chutes, tonfas (espécie de cacetes, conhecidos popularmente pelos agentes como “chicos”) e uma lanterna.

Diante da denúncia, a promotora instaurou um procedimento que contém as provas da tortura e ingressou com ação judicial, em maio, com pedido de liminar de afastamento provisório dos seis agentes.

O MPE pede que os servidores fiquem afastados de todas as Uneis do Estado e também das unidades de semiliberdade.

A ação foi encaminhada ao Juiz de Direito da Vara da Infância, da Juventude e do Idoso, em substituição legal da comarca de Campo Grande, Danilo Burim, e aguarda decisão.

A promotora Vera Frost falou do pedido de afastamento durante audiência nesta sexta-feira sobre o resultado da inspeção do Conselho Nacional de Justiça nas unidades do Estado.

Defensor público denuncia revista desumana a mães em Unei
Jacini manda averiguarO defensor público Eugênio Damião denunciou nesta sexta-feira que a revista às mães de internos das Uneis (Unidades de Interna...
Raio-x em Uneis revela falta de curso profissionalizante e relato de maus-tratos
A vistoria do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) nas Uneis (Unidade Educacional de Internação) de Mato Grosso do Sul detectou falta de qualificação p...
Suspeita de amarrar e roubar idosa de 63 anos é identificada e presa
A suspeita de fazer uma idosa de 63 anos, que é cadeirante, refém e roubar um Fiat Toro na tarde de sexta-feira (22) foi identificada e presa na manh...


Parabens a Promotora. Ninguem pode dar o que não tem ou o que não recebeu. Se estão reclusos pelo que fizeram, que sejam tratados dignamente, pois se receberem somente agressões não terão outra coisa pra dar em troca quando sairem de lá.
 
marcia maria em 14/05/2011 03:19:06
Engraçado é referir-se à esses melhantes como adolescentes! Se estão na Unei boa coisa não são! Se dão agora como santinhos mas tenho certeza que tocam o horror na unidade prisional. "Parabéns" ao MPE por conceder poderes e "Direito dos manos" a esses futuros maiores criminosos.
 
Rodrigo Amaral em 13/05/2011 05:59:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions