A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/01/2013 15:23

Mulher denuncia descaso de hospital com filho vítima de acidente de trânsito

Viviane Oliveira e Luciana Brazil
Mãe diz que filho precisa de fazer uma cirurgia com urgência. (Foto: Luciano Muta)Mãe diz que filho precisa de fazer uma cirurgia com urgência. (Foto: Luciano Muta)

Joanice Pires Cesária vive um drama desde que o filho de 16 anos sofreu um acidente de trânsito no dia 10 de dezembro, em Itaquiraí. Jonathan Pires Lázaro quebrou a bacia e teve fratura exposta em uma das pernas e braço. Depois de 11 dias internado na Santa Casa ele recebeu alta. A mãe afirma que o adolescente não tinha condições de sair do hospital, pois não foi feita nenhuma cirurgia e o menino sofre dia e noite com dores.

Jonathan foi encaminhado no dia 13 para a Santa Casa, de Campo Grande, onde recebeu alta no dia 20 do mesmo mês. De lá para cá, afirma à mãe, o menino vive a base de morfina e medicamentos fortes. Para Joanice o hospital foi negligente de ter dado alta para um paciente que sequer consegue colocar os pés no chão de tanta dor.

A mãe conta que é separada do marido e o filho estava morando com o pai no interior, quando ganhou dele uma moto de presente. Em algumas cidades do interior, afirma Joanice, é comum as pessoas dirigirem mesmo sem serem habilitadas. “Ele estava com um amigo na garupa, quando foi atingido por uma camionete que não respeitou a placa de sinalização”, disse Joanice.

A pancada foi tão violenta que o menino quebrou a bacia em vários lugares e teve fratura exposta em uma das pernas e braço. Por causa da gravidade do ferimento o garoto teve que ser encaminhado para a Santa Casa. A angústia da mãe é que o filho precisa com urgência de uma cirurgia, porém o hospital se nega a fazer. “Os médicos disseram que ele vai ter que ficar pelo menos um ano acamado para se recuperar, mas o menino não consegue se mexer de tanta dor. Como ele vai ficar em casa sem cuidados médicos”, questiona a mãe.

O adolescente está em casa a base de medicamentos, entre anticoagulantes e antibióticos. “Meu filho é um paciente politraumatizado e precisa com urgência de uma cirurgia para colar o osso do quadril”.

Desesperada com a situação e sem saber o que fazer a mulher procurou a defensoria pública. “Na próxima quarta-feira (9) ele terá uma nova consulta com os médicos que deram alta para, espero que alguma seja feita”.

De acordo com a assessoria de imprensa da Santa Casa, o paciente deu entrada na Santa Casa com várias fraturas e no dia seguinte passou por duas cirurgias. Ainda de acordo com o órgão, uma equipe médica avaliou o paciente e concluiu que o tratamento do adolescente poderia ser feito em casa e não necessitava de uma nova cirurgia.

O hospital informou que a mãe de Jonathan foi orientada de como medicar e proceder com o menino em casa. As consultas foram agendadas por um médico especialista e a mãe deve levá-lo ao hospital conforme o cronograma de consultas.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


Verdade que a Culpa não é da Santa Casa e sim de nós mesmos por deixarmos a situação como esta e ir cada um levando a sua vida, só quem já preciso de uma emergência na família sabe o que passam , a humilhação o descaso , a falta de respeito com o ser humano enquanto nosso dinheiro é roubado a nossa cara, e só se pode fazer algo se a população como um todo exigir brigar , for pra rua senão meu amigo , tudo fica como está ou pior!
 
Vander Goncalves em 25/02/2013 23:46:32
O garoto já está sendo punido, desde o dia 10 de dezembro sentindo dor, tendo que tomar morfina!!!!

Acho que ele já deve ter aprendido a lição, de que tudo tem a hora certa!!!!

Não julguemos essa mãe que luta pelo seu filho, pois só quem é mãe para saber o quanto dói ver um filho nesse estado.

O garoto podia muito bem estar na garupa do pai e o acidente aconteceria do mesmo jeito. Nós motoristas temos que ficar mais atentos, pois a maioria dos acidentes é negligência, falta de atenção, coisa boba!!!!

O pai podia muito bem vender a moto, que é presente do garoto mesmo e custear uma cirurgia particular!!! Só assim ele iria amenizar a coisa errada que fez!!!
 
Amanda Rodrigues em 07/01/2013 19:03:35
"Josué do Patrocínio Paes" você não deve ter filhos!!!

É lamentável a sua opinião....

Concordo com você "Geraldo Menezes"!!!
 
Amanda Rodrigues em 07/01/2013 18:54:24
Uma mãe confessa negligência dela e do pai, além do crime dofilho que dirigia sem habilitação... e o ECA e o Ministério Público e a OAB ? E ainda quer tratamento com nossos impostos.. , digo do SUS. Dveriam a justiça obrigá- la ressarcir oSUS com Trabalho... além de irreponsável ... MAs não há dúvida a Associação dos Magistrados e dos Promotore de justiça bem poderia custear assistência do adolescente ...
 
Josué do Patrocínio Paes em 07/01/2013 17:24:33
Lamentavelmente as pessoas são,mal orientadas,atendidas e não tem a quem recorrer e ter uma solução.Pois na verdade fica somente uma noticia a mais na imprensa que da a devida atenção as pessoas E vamos ver a Santa Casa recebendo mais pacientes de outros municípios que HA MUITO TEMPO deveriam ter seus hospitais a disposição de seus habitantes que não deveriam ir para Campo Grande. Falta de responsabilizar dos prefeitos das cidades que não dão a devida atenção para saúde de sua população. ISTO E FALTA DE VERGONHA.!!! E NÃO fiquem culpando a santa casa de Campo Grande pelo CAOS na saúde do Brasil POIS RECEBEM PACIENTES de:MT,GO,RO,PARAGUAI e BOLÍVIA.
 
GERALDO MENEZES em 07/01/2013 16:53:48
O rapaz merece atendimente, mas tambem uma punição por infração das leis de trânsito, pois mesmo a camionete furando o sinal(este tambem merece punição) o mais errado é aquele não habilitado. O pai do mesmo merece não só punição por infração das leis de trânsito como omissão de cautela(deu uma moto a um menor), negligência(ignorou o possibilidade de danos), tentativa de homicidio culposo(pos a moto uma "arma" na mão de um menor) e abandono de incapaz(ja que quem esta sofrendo com os cuidados é a mãe).
 
Alexandre de Souza em 07/01/2013 16:21:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions