ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Mulher é agredida ao reagir a assalto em frente a posto de saúde

A unidade de saúde têm câmeras de segurança e as imagens poderão ajudar a polícia durante investigações

Por Viviane Oliveira | 08/08/2020 09:43
Fachada do Centro Regional de Saúde Doutor Waldeck Fletner de Castro Maia (Foto: Street View)
Fachada do Centro Regional de Saúde Doutor Waldeck Fletner de Castro Maia (Foto: Street View)

Mulher de 43 anos reagiu a assalto e foi agredida por dois homens armados no portão de emergência do CRS (Centro Regional de Saúde Doutor Waldeck Fletner de Castro Maia) enquanto chegava na unidade para visitar uma amiga. O caso aconteceu na Rua das Penínsulas, no Bairro Coophavila II, em Campo Grande.

Conforme boletim de ocorrência, a vítima chegava para visitar a amiga que está hospitalizada no posto de saúde, quando foi abordada por dois homens armados. Um deles encostou o revólver no abdômen dela e disse: “Me dá a chave do carro, fica quieta ou vou te matar”.

Desesperada, a mulher começou a gritar pedindo por socorro, mas foi agredida e derrubada no chão por um dos ladrões que portava a arma. No momento em que os bandidos tentavam colocá-la dentro do carro, estacionado em frente ao posto de saúde, o Guarda Municipal da unidade de saúde foi em direção aos criminosos.

Eles, então, saíram correndo sentido Rua do Cabo, sem levar nada. Por causa das agressões, a vítima sofreu ferimentos no braço e reclamava de dor no abdômen e nas costas.  A unidade de saúde têm câmeras de segurança e as imagens poderão ajudar a polícia durante investigações. O caso foi registrado na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).