A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

24/10/2011 17:44

Mulher é condenada a 15 anos de prisão por mandar matar ex-marido

Nadyenka Castro

O crime aconteceu em outubro de 2006, em frente à casa de Cynthia Carvalho Martins. Ela está em liberdade, amparada por habeas corpus

Cynthia Carvalho Martins foi condenada a 15 anos de prisão pelo assassinato do ex-marido dela, Alci Pedro Arantes, ocorrido em outubro de 2006, em Campo Grande.

Ela foi a júri popular na última sexta-feira (21), sendo então condenada a ficar em regime fechado. No entanto, como está amparada por habeas corpus, fica em liberdade até que todos os recursos sejam esgotados.

O caso - De acordo com a acusação, Cynthia mandou matar o ex-marido para receber herança. Alci, que era irmão do prefeito de Rochedo, Adão Pedro Arantes, foi morto com um tiro, dentro da caminhonete dele, em frente à casa da ex-mulher, quando buscava a filha para leva-la à escola.

Foram condenados pelo crime e estão presos João Batista Domingos, Carlos Vieira Gonsalez, André Lima Silva e Carlos Ximenes Paiva.

O advogado Gilson Gomes da Costa, que era acusado de ser o intermediador entre Cynthia e o João Batista, que foi quem negociou com os executores, foi absolvido. Cynthia chegou a ser presa, mas, decisão judicial a colocou em liberdade.

Acusada de mandar matar irmão do prefeito de Rochedo é julgada hoje
Cynthia Carvalho Martins é apontada como mandante do assassinato do ex-marido, Alci Pedro ArantesAcusada de mandar matar o ex-marido, Alci Pedro Ara...
Absolvido advogado acusado de intermediar assassinato de empresário
Resultado do julgamento nesta sexta foi de 5 votos a 2Por 5 votos a 2, o advogado Gilson Gomes da Costa foi absolvido nesta sexta-feira no Tribunal ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions