A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

09/04/2016 15:06

Mulher é encontrada morta em terreno baldio de bairro nobre da Capital

Renata Volpe Haddad e Antonio Marques
Corpo de mulher que ainda não foi identificada, foi encontrado por vizinho no início da tarde deste sábado (9). (Foto: Fernando Antunes)Corpo de mulher que ainda não foi identificada, foi encontrado por vizinho no início da tarde deste sábado (9). (Foto: Fernando Antunes)

O corpo de uma mulher que ainda não foi identificada, mas que aparenta ter entre 30 e 40 anos, foi encontrado por volta de 12h deste sábado (9), em um terreno baldio, localizado na rua Chimango, no Bairro Carandá Bosque.

Conforme relato do vizinho que acionou a polícia, um catador de latinhas passava pelo local, quando viu algo atrás de tijolos. Quando se aproximou, notou que se tratava de uma pessoa e chamou o vizinho.

A Polícia Militar e Civil estão no local. Segundo a perícia, o corpo apresenta lesões de paulada na cabeça e perfuração no olho, causada por material pontiagudo. Tudo indica que o crime tenha acontecido durante a madrugada e que foi homicídio.

De acordo com o Sargento Orlando Medeiros, do 9º batalhão da PM, ao lado do corpo estavam duas latas de cerveja sem consumo e um par de brincos.

Vizinhos reclamam do matagal que há em frente da rua Chimango. (Foto: Fernando Antunes)Vizinhos reclamam do matagal que há em frente da rua Chimango. (Foto: Fernando Antunes)

 A mulher estava vestida com uma blusa florida e short branco, sendo que dentro do bolso, estava a calcinha dela. "Os vizinhos relataram que ouviram um barulho por volta de 22h e acreditam que possa ter sido tiro, mas no corpo não há nenhuma lesão como essa", relata.

Nenhuma arma do crime ou objeto usado para matar a vítima, foi encontrado. No terreno, há objetos de construção. A funerária já foi acionada.

A empregada doméstica Jovelina de Almeida, 51, conta que mora há 17 anos no bairro e que nunca aconteceu nada parecido. "Ontem, voltando da igreja, eu passei em frente ao terreno por volta de 22h e não vi nada, não tinha nenhuma movimentação", alega.

O matagal localizado em frente as casas da rua Chimango, assustam os moradores do bairro, segundo Patrícia Cunha Silva, 39 anos. "Esse mato é área pública abandona há anos. O bandido pode ter se escondido neste local, já que cobre toda a visão para o Parque do Soter. Isso aqui é um perigo a noite", reclama.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions