A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/10/2014 17:11

Mulher põe fogo em lixo, telefone toca e chamas consomem galpão que foi da Homex

Ludyney Moura e Alan Diógenes
Bombeiros usaram cinco mil litros de água para apagar o fogo (Foto: Alcides Neto)Bombeiros usaram cinco mil litros de água para apagar o fogo (Foto: Alcides Neto)

Um galpão que era usado pela Homex como depósito pegou fogo na tarde desta quinta-feira (30), depois que uma funcionária que trabalha no local ateou fogo em um monte de lixo ao lado do compartimento, e saiu para atender o telefone.

Marlene Lopes Pedroso, 51 anos, contou que presta de serviço para uma empresa que foi terceirizada pela construtora. Ela relatou aos Bombeiros que havia limpado o terreno e resolveu colocar fogo no lixo acumulado, e saiu para atender o telefone, quando voltou as chamas tinham se alastrado.

“Como a gente não tem água aqui, não consegui apagar o fogo, até poque já tinha se alastrado devido ao vento, e tive que acionar o Corpo de Bombeiros”, contou Marlene, que não quis ser fotografada pela reportagem do Campo Grande News.

O local das chamas é ao lado do residencial Varandas do Campo, no Bairro Paulo Coelho Machado, região sul da Capital. Assim que viu as chamas, Marlene disse que tentou resgatar alguns documentos que estavam na casa-container, que funcionava como um depósito de móveis, materiais plásticos e EPI´s (Equipamentos de Proteção Individual).

Segundo o sargente do Corpo de Bombeiros, Marcelo Costa, que atendeu a ocorrência, o fogo consumiram tudo que havia no local. “Usamos cinco mil litros de água para controlar as chamas”, afirmou o militar.

Três viaturas e 10 militares foram descolados pelo Corpo de Bombeiros para atender a ocorrência, na rua Maria de Lourdes Vieira de Matos.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions