A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019

26/04/2019 07:57

Mulher será indenizada em R$ 20 mil por útero, bexiga e intestino perfurados

Conforme relata o processo, a vítima estava grávida, precisou fazer uma curetagem e foi vítima de erro médico

Anahi Zurutuza
Desembargadores da 2ª Câmara Cível em julgamento (Foto: TJMS/Divulgação)Desembargadores da 2ª Câmara Cível em julgamento (Foto: TJMS/Divulgação)

Vítima de erro médico, uma mulher será indenizada em R$ 20 mil pela Prefeitura de Campo Grande. Ela teve o útero, a bexiga e o intestino perfurados durante procedimento no Hospital da Mulher, nas Moreninhas.

Conforme relatou no processo, a vítima estava grávida e começou a ter sangramentos. Primeiro ela procurou o posto de saúde do Bairro Guanandi e de lá por levada para a Maternidade Cândido Mariano. No hospital, médico receitou medicamento para dor e mandou que ela voltasse para casa.

No dia seguinte, ainda sangrando, ela procurou o posto de saúde do Bairro Coophavilla 2 para uma consulta. Durante o exame, foi diagnosticada que a paciente tinha uma gravidez anembrionada (quando o embrião não se desenvolve) e o médico a encaminhou para o Hospital da Mulher, onde passaria por uma curetagem.

Ela passou pelo procedimento à tarde, mas à noite continuava sentindo fortes dores. Foi no terceiro dia, quando a paciente já havia sido levada em estado grave para a Santa Casa, que hemorragia e as perfurações foram detectadas. A mulher teve de passar por nova cirurgia.

Para o relator do processo, desembargador Marco André Nogueira Hanson, não dúvida de que a mulher foi vítima de erro médico. Ele determinou ao município o pagamento de indenização por danos morais.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions