ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 13º

Capital

Mulheres receberiam R$ 10 mil para entregar 21,5 quilos de cocaína

Renan Nucci | 07/05/2015 08:59
Cocaína seria deixada na Capita. Suspeitas receberiam R$ 10 mil. (Foto: Divulgação/Choque)
Cocaína seria deixada na Capita. Suspeitas receberiam R$ 10 mil. (Foto: Divulgação/Choque)

O Batalhão de Choque da Polícia de Campo Grande prendeu por volta das 19h30 de ontem (06), no Bairro Nova Campo Grande, duas mulheres que transportavam 21,5 quilos de cocaína originária da Bolívia. As suspeitas, Janaína Genuíno Gaia, 33 anos, e Vanessa Genuíno Gaia, 23, receberiam R$ 10 mil para deixar o entorpecente na Capital. O carro Ford Ka que elas utilizavam foi apreendido.

Em bloqueio na Avenida Duque de Caxias, os policiais avistaram quando a dupla se aproximou. Dentro do veículo havia 20 tabletes que, após pesados, somaram 21,5 quilos. Janaína, a condutora, disse que elas foram contratadas para transportar a carga de Corumbá, fronteira com a Bolívia, até Campo Grande, e que receberiam R$ 10 mil em troca.

A mulher disse que o contato era uma pessoa como nome de “Regiane”, no Conjunto Rouxinóis. Na casa, os policiais encontraram apenas um homem de 36 anos que seria funcionário – até o momento não há indícios do envolvimento dele no tráfico. No local também foi apreendida uma pistola calibre 380. A dupla recebeu voz de prisão e foi levada para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

No dia 15 de dezembro de 2015 foi proferida sentença pelo Juíz Criminal da Comarca de Campo Grande-MS que absolveu Vanessa Genuino Gaia pela pratica dos crimes que lhe foram imputados e condenou Janaina Genuino Gaia pela prática do crime imputado, a qual já cumpriu a pena e esta em liberdade.

*Matéria editada em 19/07/2019, para acréscimo de informação.

Policiais militares durante prisão de mulheres ontem na Capital (Foto: Marcos Ermínio)
Policiais militares durante prisão de mulheres ontem na Capital (Foto: Marcos Ermínio)
Nos siga no Google Notícias