A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

03/05/2013 07:48

Na luta do filho com leucemia, casal cria ONG para dividir apoio e amor

Helton Verão
Kelli, o filho Bruno e o pai Peter hoje tem uma sede e almejam voos maiores como um novo local para 30 pessoas (Foto: Simão Nogueira)Kelli, o filho Bruno e o pai Peter hoje tem uma sede e almejam voos maiores como um novo local para 30 pessoas (Foto: Simão Nogueira)

Uma família de Campo Grande encontrou na dor e na superação de um câncer no filho de 13 anos a força para criar uma organização não governamental para ajudar moradores do interior e de outros estados na mesma situação.

A ONG, denominado Projeto Alcance, surgiu após Bruno Lucas Fernandes, hoje com 15 anos, ter sido diagnosticado com leucemia linfoide aguda em 2011. Na luta pela vida do filho, o casal, formado pelo vendedor Peter Fernandes, de 34 anos, e pela acadêmica de Psicologia, Keli Fernandes, de 33 anos, conheceu o drama de outros pais e resolveu dividir o amor e carinho com outras famílias na mesma situação.

Criado em 2011, o Projeto Alcance completou dois anos de existência. Com a sede no bairro José Abrão, o objetivo é abrigar familiares de pacientes com câncer. Atualmente, a casa tem capacidade de abrigar sete pessoas.

“A ideia surgiu logo que foi diagnosticado a leucemia com meu filho Bruno, hospedamos, oferecemos todo o carinho que uma família precisa num momento como este. Transformamos a dor em amor”, comenta o Peter.

Com o nome inspirado no termo "Alcançador para alcançar", a ONG foi ganhando aliados, voluntários, doadores e vizinhos da sede. Já ajudou e hospedou 35 famílias desde a fundação.

Gesiane e Nayara puderam matar a saudade de parentes de Rondônia com ajuda do Alcance (Foto: Simão Nogueira) Gesiane e Nayara puderam matar a saudade de parentes de Rondônia com ajuda do "Alcance" (Foto: Simão Nogueira)

O carinho da família - Uma das beneficiadas, Gesiane Prado Torezane, veio de Vilhena, no estado de Rondônia, para tratar a filha, Nayara Prado, de 14 anos. “Sentia muita falta da minha família. Estava chorando muito quando o Peter me abordou para falar do projeto. Assim meu marido, filho, sogra, todos puderam nos visitar, já que no hospital pode ficar apenas a paciente e a mãe”, conta a rodonense.

Nayara está concluindo mais um ciclo de sua quimioterapia e, depois, será submetida a cirurgia. A expectativa de mãe e filha é de retornar a Vilhena em fevereiro do ano que vem. Vindo esporadicamente ao longo dos meses a Campo Grande para manutenção.

Hoje, o filho do casal fundador, Bruno Lucas Fernandes está livre das sessões de quimioterapia e remédios. Ele mantém apenas a manutenção.

Peter e Kelli trabalham de forma voluntária e não recebem nada para administrar a ONG. Com um custo mensal de R$ 3 mil reais, o “Alcance” depende de doações e eventos beneficentes para sobreviver. Um brechó foi criado, onde roupas doadas são vendidas a preços populares e todo valor é repassado ao projeto.

Como ajudarNeste fim de semana, será realizado um “carreteirão” para arrecadar fundos. “Nosso sonho é uma nova sede, que poderá receber até 30 pessoas. O custo seria alto e precisaríamos de três profissionais, psicólogo, assistente social e uma enfermeira”, almeja a esposa.

O ingresso para o carreteiro beneficente custa R$ 8 por pessoa. Com acompanhamento de mandioca e vinagrete. Podendo consumir no local ou levar para viagem.

O Projeto Alcance fica na Rua Rino Levi, 153, no Conjunto José Abrão. Para doações e informações os telefones para contato (67) 9826-2302 e 9149-7492. Também pelo email projetoalcance2011@hotmail.com.

Homem de 30 anos é esfaqueado e fica em estado grave
Bartolomeu Gomes de Araújo Barbosa, 30 anos, ficou gravemente ferido após ser atingido a golpes de faca no abdômen, na noite de ontem (12), na Rua Bo...
Após documento vazar, Sesau diz que hemogramas não foram suspensos
A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) afirmou que os hemogramas continuam sendo feitos na rede pública de saúde de Campo Grande. A informação inici...


Olá meus em irmãos em Cristo Jesus!! O trabalho de vocês vem a confirmar essa palavras de Jesus, quando ele disse Amar o próximo como a si mesmo, e fazer pelo outro o que gostaria de fosse feito a si mesmo! E vocês estão demonstrando esse Amor através dessa acolhida a esses irmão sofredores, tando na dor física quando na Espiritual!!
Parabéns por essa Obra maravilhosa, continuem firmes na fé, que com certeza Jesus Nosso Mestre maior os retribuirá através de muitas bençãos!!!!
Abraços a todos queridos irmãos!!!
 
Thereza Morais em 07/11/2013 11:05:43
Conheço essas pessoas q são uma BENÇÃO... O projeto é algo sério, com pessoas envolvidas q trabalham pelo bem estar do próximo... O Bruninho, esse garoto Liiiindo q Amo é uma pessoa Maravilhosa q dou Glórias a DEUS pela cura dele... Enfim... Sem palavras para descrever a obra tremenda q DEUS faz através de pessoas dispostas a pagar o preço p/ ajudar o próximo... Amor é atitude e JESUS os recompensará... Como diz sua palavra em Mateus 25 ao 40:

Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; enfermo, e me visitastes; preso, e fostes ver-me.

Então, perguntarão os justos: Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Ou com sede e te demos de beber?
E quando te vimos forasteiro e te hospedamos? Ou nu e te vestimos?
E quando te vimos enfermo ou preso e te fomos visitar?
O Rei, respondendo, lhes dirá: Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.

 
Marlene Silva em 03/05/2013 09:55:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions