A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Agosto de 2019

06/08/2019 14:39

Nervosismo chama atenção e polícia descobre esquema de tráfico pelos Correios

Os suspeitos enviavam cocaína pura dentro de baldes com produtos de cabelo de Corumbá para Campo Grande

Geisy Garnes e Clayton Neves
Cocaína era enviada a Capital em baldes de produtos de cabelo (Foto: Divulgação)Cocaína era enviada a Capital em baldes de produtos de cabelo (Foto: Divulgação)

Policiais do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) descobriram um esquema de tráfico de cocaína pura após abordarem um homem de 35 anos, na manhã desta terça-feira (6). Daniel Barbosa Galliano confessou receber a droga constantemente pelos Correios, dentro de baldes de cremes e descolorante para cabelo.

O flagrante aconteceu por volta das 10h30. Os policiais realizavam rondas pela Avenida Cônsul Assaf Trad e perceberam que Daniel correio para dentro de uma agência dos Correios da região assim que viu a viatura. Estranhando a situação, os militares resolveram parar e abordar o suspeito.

Daniel foi surpreendido dentro da agência com baldes com produtos para cabelo. Em um primeiro momento contou que enviaria os crimes a irmã, que morava em Corumbá e trabalhava em um salão. Pouco depois entrou em contradição, desmentiu a própria história e foi detido.

Os policiais decidiram levar os baldes  para a Denar (Delegacia Especializada de Repreensão ao Narcotráfico), onde o produto passaria por exame para comprovar a existência de droga, mas no meio do caminho Daniel resolveu contar a verdade e confessou participar de um esquema de tráfico de cocaína com o irmão.

Ele detalhou que o irmão mora em Corumbá e de lá envia potes de creme recheados de cocaína, sempre pelos Correios ou por transportadoras. Em Campo Grande ele distribuía a droga e depois enviava os potes de volta para a fronteira do Estado com a Bolívia.

Contou ainda que a última remessa chegou a Capital no sábado, dia 3 de agosto, dividida em quatro potes, e que era o irmão quem indicava a pessoa que ele deveria entregar a droga. Daniel ainda confessou ter cerca de 400 gramas de cocaína escondida em casa, que ainda não havia repassado ao comprador.

Segundo o capitão Rafael Alves, as equipes foram a casa de Daniel, na Vila Nasser, e encontraram a cocaína, cerca de 400 gramas, dentro do guarda-roupas. O suspeito foi preso em flagrante e levado a Denar, que agora vai investigar o esquema na Capital.

Capitão Rafael Alves do Bope (Foto: Clayton Neves)Capitão Rafael Alves do Bope (Foto: Clayton Neves)
Baldes em que a droga era enviada (Foto: Clayton Neves)Baldes em que a droga era enviada (Foto: Clayton Neves)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions