ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SÁBADO  25    CAMPO GRANDE 19º

Capital

No maior frio do ano, só cinco moradores de rua aceitaram acolhimento na Capital

Frio deve aumentar e continuar nos próximos dias, em Campo Grande; foram feitas 27 abordagens

Por Guilherme Correia | 17/05/2022 09:50
Equipe de acolhimento durante ação na madrugada de hoje. (Foto: Reprodução)
Equipe de acolhimento durante ação na madrugada de hoje. (Foto: Reprodução)

De ontem até a madrugada desta terça-feira (17), a SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) abordou 27 pessoas em situação de rua, em Campo Grande. Segundo o titular da pasta, José Mário Antunes da Silva, foi oferecido acolhimento a esses indivíduos, mas apenas cinco aceitaram.

"Não aceitaram nosso acolhimento e não podemos forçá-los", pontua Silva. Ainda assim, servidores municipais distribuíram cobertores a essas pessoas, para tentar se proteger do frio.

Nesta semana, os termômetros apresentaram expressiva redução na Capital. De acordo com o meteorologista Natálio Abrahão, a temperatura mínima hoje foi de 7,6ºC, por volta das 5h, "a menor temperatura do ano", segundo ele. A sensação térmica foi de 2ºC e a previsão é que o frio aumente ainda mais até amanhã.

Ao aceitar ir a um abrigo, a pessoa é classificada e, dependendo do perfil, encaminhada para a Unidade de Acolhimento Institucional para Adultos e Famílias, a Casa de Passagem Resgates ou a Casa de Apoio São Francisco, onde tem acesso a cuidados de higiene pessoal, roupas, agasalhos e atendimento psicossocial.

Informações sobre pessoas nestas condições podem ser enviadas por meio dos telefones (67) 98404-7529 e (67) 98471-8149. De sábado até hoje, a SAS encontrou 61 pessoas nas ruas da cidade.

Nos siga no Google Notícias