ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 21º

Capital

No Novembro Azul, HC identifica 208 exames com alteração para tratamento

Pacientes com alterações nos exames aguardam a liberação para iniciar os atendimentos e tratamentos

Por Mirian Machado | 19/01/2022 17:45
Hospital de Câncer de Campo Grande Alfredo Abrão, onde exames durante a campanha foram realizados. (Divulgação)
Hospital de Câncer de Campo Grande Alfredo Abrão, onde exames durante a campanha foram realizados. (Divulgação)

Dos 1622 exames realizados entre 8 e 30 de novembro durante a Campanha Novembro Azul, de combate ao câncer de próstata, 208 tiveram resultados com alterações no PSA (, o que pode indicar ser compatível para a doença. Os exames foram feitos no Hospital de Câncer de Campo Grande Alfredo Abrão.

Segundo o Hospital, os pacientes com alterações aguardam a liberação do SISREG (Sistema de Regulação) para iniciar os atendimentos.

 “O HCAA cumpriu todos os trâmites legais necessários e enviou a solicitação (Ofício FCPMS/Convênios/SF, nº143/21, de 16/12/21) para a SESAU. Desde então, aguardamos o retorno com a liberação/autorização do gestor da saúde municipal para que possamos realizar os atendimentos/tratamentos no HCAA dos cidadãos que apresentaram alterações nos exames PSA realizados durante a campanha”, informou.

O mês de novembro é dedicado aos cuidados da saúde do homem, principalmente à prevenção do câncer de próstata. Esse tipo de doença é a mais comum entre a população masculina.

Dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer) apontam para 65.840 novos casos de câncer de próstata a cada ano, entre 2020 e 2022. Ainda segundo o instituto, homens com mais de 55 anos, com excesso de peso e obesidade, estão mais propensos à doença.

Nos siga no Google Notícias