A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

21/05/2013 11:59

Oficiais assumem viaturas para manter rondas da PM nas ruas

Francisco Júnior e Paula Maciulevicius
A informação apurada é de que o Comando Geral determinou que os oficiais fossem para as ruas realizar as rondas enquanto o protesto continuar. (Foto: Marcos Ermínio)A informação apurada é de que o Comando Geral determinou que os oficiais fossem para as ruas realizar as rondas enquanto o protesto continuar. (Foto: Marcos Ermínio)

Por conta do protesto dos policiais militares em virtude do reajuste salarial, oficiais tiveram que assumir as viaturas nesta manhã (21) para manterem o serviço de rondas ostensivas em Campo Grande.

Boa parte dos soldados está nos batalhões ou na Assembleia Legislativa, onde aguardam a votação da tabela de reajuste dos servidores encaminhada pelo Governo.

A reportagem do Campo Grande News percorreu alguns pontos da cidade e bases da Polícia Militar. A informação apurada é de que o CGPM (Comando Geral da Polícia Militar) determinou que os oficiais fossem para as ruas realizar as rondas enquanto o protesto continuar.

Na base da Vila Margarida a informação é de os policiais estão trabalhando normalmente, as viaturas disponíveis para ronda estão fazendo o patrulhamento.

Na base do Nova Lima os policiais estão na ativa realizando rondas pela região. No centro a reportagem constatou uma viatura em rondas pela avenida Afonso Pena. Os policiais relataram que irão atender se foram solicitados.

Na Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), segundo tenente-coronel Alírio Vilassanti, comandante da companhia, o atendimento está sendo prestado como nos outros dias. De acordo com ele, a manifestação dos policiais militares não atingiu a companhia.

No entanto, o Campo Grande News apurou que, ao invés de cinco viaturas, apenas três estão sendo utilizadas e dirigidas por oficiais. As motos viaturas pilotadas por soldados não estão sendo utilizados por falta de efetivo.

Os bombeiros não aderiram ao movimento. O coronel Ociel Ortiz, informou que as duas entidades de classe que representam a maioria dos militares do Estado aceitaram a proposta do rejuste proposto pelo governo.

Segundo Ciptran, protesto de PMs não atinge policiamento de trânsito
O tenente-coronel Alírio Vilassanti, comandante da Ciptran (Companhia Independente de Polícia Militar de Trânsito), garante que nenhum serviço foi pr...
Bombeiros não aderiram ao aquartelamento, informa comandante
O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Ociel Ortiz, informou ao Campo Grande News que os militares do Estado não aderiram ao aquartelamento. Seg...
Aquartelamento atinge 11 cidades de MS e em sete delas a adesão é total
Cabos e soldados da Polícia Militar de toda área do 13º Batalhão, na região Leste e Oeste do Estado também aderiram ao aquartelamento na manhã desta ...
Segundo Ciptran, protesto de PMs não atinge policiamento de trânsito
O tenente-coronel Alírio Vilassanti, comandante da Ciptran (Companhia Independente de Polícia Militar de Trânsito), garante que nenhum serviço foi pr...
Bombeiros não aderiram ao aquartelamento, informa comandante
O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Ociel Ortiz, informou ao Campo Grande News que os militares do Estado não aderiram ao aquartelamento. Seg...
Aquartelamento atinge 11 cidades de MS e em sete delas a adesão é total
Cabos e soldados da Polícia Militar de toda área do 13º Batalhão, na região Leste e Oeste do Estado também aderiram ao aquartelamento na manhã desta ...


Eu tenho o meu comercio aqui no bairro e precisei deles hoje e te garanto, bem melhor que muitos de voces....
 
robson de souza em 21/05/2013 19:01:37
SERÁ MESMO QUE OS "ESTRELAS" DA PM VÃO ATENDER A POPULAÇÃO SE ALGUÉM DENUNCIAR UMA BRIGA DE VIZINHOS, UM FURTO DE BICICLETA OU COISAS ASSIM????
 
Paulo Alfredo Ocampos em 21/05/2013 14:53:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions