A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

23/10/2014 13:27

Olarte “oficializa” doação de terreno para construção da Capitania dos Portos

Michel Faustino e Kleber Clajus
Doação da área foi formalizada na manhã de hoje. (Foto: Marcelo Calazans)Doação da área foi "formalizada" na manhã de hoje. (Foto: Marcelo Calazans)

O prefeito Gilmar Olarte (PP) “oficializou” na manhã desta quinta-feira (23) a doação de um terreno de aproximadamente 10 mil metros quadrados destinados a construção da delegacia da Capitania dos Portos, da Marinha do Brasil, no bairro Santo Antônio, na Capital. O polo de atendimento, entre outros fins, servirá para emitir concessão de habilitação para pilotar embarcações.

Olarte ressaltou que a “formalização simbólica” da doação da área acontece após a aprovação do projeto que concede a doação pela Câmara Municipal. O prefeito ressaltou ainda que no dia 12 de novembro irá fazer uma visita ao 6ª distrito naval, na cidade de Ladário, a 419 quilômetros da Capital, com o intuito de "estreitar" a relação com a força militar.

O comandante do 6ª distrito naval, Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, comemorou a concretização da doação do terreno, que vai viabilizar a implantação do polo de atendimento na Capital. Segundo ele, há quase dois anos a Marinha estuda implantar um polo em Campo Grande, que é a única Capital do País a não possuir representação da Marinha.

“Essa atitude do prefeito, é de um estadista que não pensa só nesse momento. Uma vez que as instituições são perenes e importantes para a sociedade”, comentou, ressaltando que 75% das embarcações registradas estão mais próximas de Campo Grande.

Conforme o comandante, os recursos para a construção do prédio que irá abrigar a Capitania dos Portos ainda estão sendo capitaneados junto a bancada federal. Segundo ele, a um esforço para viabilizar a aprovação de uma emenda de R$8 milhões ao orçamento do Governo Federal para o próximo ano., para este fim. Ao todo, cerca de 30 militares serão remanejados para a Capital, assim que a obra for concluída.

Segundo o comandante, ainda estão sendo viabilizados junto a bancada federal recursos na ordem de R$6 milhões para aquisição de um navio de assistência hospitalar maior, para que seja ampliado o número de atendimentos a população ribeirinha da fronteira do Estado, que hoje é de 4 mil atendimentos por ano.

Atualmente a Marinha do Brasil possui 2 mil militares no Estado, concentrados nos municípios de Corumbá e Ladário. A força possui 11 navios, sendo um de assistência hospitalar, que atende de Cáceres, no Mato Grosso, até a foz do Rio Apa, em Mato Grosso do Sul.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions