A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

02/11/2014 20:39

Olarte promete pagar professores até dia 30 com outorga da Águas Guariroba

Eduardo Penedo
Em reunião que durou mais de 3 horas, Olarte promete pagar salário de outubro e novembro no dia 30. ( Foto: Divulgação)Em reunião que durou mais de 3 horas, Olarte promete pagar salário de outubro e novembro no dia 30. ( Foto: Divulgação)

Dirigentes da ACP (Associação Campo-grandense dos Professores) se reuniram na tarde deste domingo (2) com o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), que prometeu pagar o salário dos educadores até o dia 30 de novembro com recursos de uma outorga com a empresa Água de Guariroba. “O prefeito apresentou a proposta de próprio punho de pagar até o dia 30 de novembro o salário de outubro e novembro com a outorga da Águas de Guariroba. Ele {Olarte} disse que as negociações com a Águas estão bastante adiantadas”, explica.

Segundo o presidente da ACP, Geraldo Alves Gonçalves, a direção da ACP recebeu na tarde de sexta-feira (31) uma proposta do prefeito que foi avaliada em plenária no sábado (1°) e hoje à tarde em uma reunião de mais de três horas Olarte apresentou a proposta de pagar os salários de outubro e novembro dos professores até o dia 30 com dinheiro da outorga da empresa Águas de Guariroba.

Gonçalves disse que amanhã (3) terá uma nova assembleia dos educadores para avaliar essa nova proposta do prefeito caso a categoria não aceite pode haver a paralisação dos educadores da REME (Rede Municipal de Ensino). A assembleia será realizada a partir das 8h na ACP na Rua Sete de Setembro, 693, centro da Capital. “A decisão da categoria avançou. Antes a proposta era de que o pagamento fosse escalonado. Agora, a proposta já e de pagamento total, mas com atraso de um mês”, explica.

A categoria cobra o reajuste de 8,46%, que vai elevar a remuneração por 20 horas ao piso nacional. De acordo com a ACP, a remuneração inicial vai passar de R$ 1.564 para R$ 1.697 (100% do piso nacional). Já quem está acima na estrutura de carreira terá o salário aumentado de R$ 2.347 para R$ 2.546.

Olarte havia dito ao Campo Grande News que era preciso ter equilíbrio para pagar os professores e não fazer promessas que não poderia cumprir. “Hoje somente a diferença do reajuste dos professores representa R$ 18 milhões entre pagamentos, 13º e férias até janeiro. Vamos cumprir a lei, mas é preciso equilíbrio para manter também a máquina pública funcionando. Não adianta falar que vai pagar e no dia de depositar faltar dinheiro”, disse Olarte.

O reajuste para os professores terá impacto de R$ 3,3 milhões na folha de pagamento, ampliando o comprometimento da prefeitura com gastos de pessoal de 48,7% para 49,21%.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions