A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/07/2013 14:15

Operação da Polícia Federal apreende mercadorias em Corumbá

Evelyn Souza
Mercadorias serão encaminhadas para Receita Federal. (Foto: Diário Online)Mercadorias serão encaminhadas para Receita Federal. (Foto: Diário Online)

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (02), a operação “No Caminho”, que deve cumprir 38 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal em vários estabelecimentos comerciais de Corumbá.

Participam da operação 60 servidores da Receita Federal, 40 da Polícia Federal e o Exército Brasileiro.

De acordo com Diário Online, as investigações começaram há seis meses e apontaram estabelecimentos que comercializam produtos estrangeiros sem notas fiscais ou ainda, proibidos de entrar no país.

Até agora foram apreendidos telefones celulares, grampos, barbeadores e pentes. Além de roupas, alimentos, bebidas, cigarros e CDs.

Todas as mercadorias estão sendo lacradas e encaminhadas para o prédio da Receita Federal. Após a Operação, a Polícia Federal deve intimar os proprietários para que comprovem a origem dos itens e retirem os produtos.

As mercadorias ilegais ficarão detidas e a investigação será encaminhada para o Ministério Público. Se condenados por descaminho ou contrabando, os responsáveis poderão cumprir de 1 a 4 anos de prisão.

Os resultados da operação serão divulgados durante entrevista coletiva marcada para as 15h30 desta terça-feira, em Corumbá.

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Justo é, mas e as grandes empresas do ramo varejista, quem fiscaliza? Por outro lado, melhor seria que a PF e as Forças Armadas combatessem a roubalheira praticada pela classe política. Afinal no comércio ilegal, perde-se apenas alguns poucos milhões em impostos, enquanto que a roubalheira dos políticos, essa sim, gera prejuízos de muiiiiiiiiiitos milhões aos cofres públicos, e inclusive perca de vidas, vidas de brasileiros que morrem vitimados pelo descaso com a saúde, segurança. etc. etc.
 
Fernando Silva em 02/07/2013 18:40:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions