A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

26/04/2016 11:14

Padrasto é preso por estuprar e tentar matar enteados de 13 e 15 anos

Guilherme Henri

Policiais da DEPCA (Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente) prenderam, na manhã desta terça-feira (26), um homem de 30 anos que é suspeito de estuprar a enteada de 13, tentar matar o enteado de 15 e ainda ameaçar o vizinho de 11 anos com uma arma de fogo. Ele foi preso em sua residência, localizada na Vila Popular, e é considerado pela Polícia Civil como perigoso.

As informações são do delegado que comandou a ação, Mario Donizete Ferraz de Queiroz, que revelou que o caso de estupro foi registrado no dia 19 de janeiro deste ano. “O suspeito foi morar com a mãe das vítimas de 13 e 15 anos, contudo, só a menina residia com o casal. O menino morava com uma tia”, explica.

Em depoimento, a adolescente relatou que o padrasto passava aos mãos em suas partes intimas e que o abuso acontecia ao menos duas vezes por mês durante um ano. “A vítima disse que não contou a sua mãe com medo de ser expulsa de casa e o caso só veio a tona quando ela desabafou com uma vizinha, que após uma briga na rua contou o crime para o tio materno da adolescente”, relata o delegado.

Ao tomar conhecimento dos estupros, o tio da menina reuniu outros familiares e juntos contaram a mãe o que acontecia. “Todos vieram à delegacia e registraram a ocorrência de estupro de vulnerável”.

O que chama a atenção é que, mesmo após denunciar o próprio companheiro, a mulher continuou morando com ele, que não parou de cometer crimes. “No dia 1 de fevereiro, o filho de 15 anos, que residia com os tios foi até a casa de sua mãe e a questionou porque ainda morava com o suspeito. O padrasto escutou a conversa mas, se conteve, pois na ocasião a família tinha se mudado para Terenos. No dia seguinte, o menino retornou a Campo Grande e quando caminhava por uma rua do bairro Jardim Aeroporto viu que o padrasto estava em uma motocicleta próximo à ele. No entanto, o suspeito acelerou e sacou uma arma efetuando quatro tiros que não atingiram o adolescente”, afirma.

O menino chegou a denunciar o caso a polícia, mas antes que o homem fosse preso, com a mesma arma, ele ameaçou o vizinho de 11 anos, no dia 12 e 23 do mesmo mês. “Ele queria se vingar, pois brigou com os pais dos meninos”, revela.

O suspeito foi levado para a DEPCA e deve prestar depoimento no período da tarde. “A prisão preventiva dele já foi decretada e se deve ao conjunto de crimes que ele cometeu”, reforça.

Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


O povo brasileiro tem que tomar consciência e exigir que nossos representantes no Congresso Nacional, aprovem urgentemente, uma Lei que no mínimo puna com Prisão Perpétua os Estupradores, Pedófilos e todos os criminosos que maltratarem menores indefesos. Porque, todos os dias nos deparamos com noticias deste tipo de monstruosidade e nada é feito para estancar este tipo de barbárie, apenas prisão com penas brandas não atender o clamor de justiça.
 
Ezequiel em 26/04/2016 15:56:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions