ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 32º

Capital

Pai de 21 anos confessa que agrediu bebê porque se incomodou com choro

Graziela Rezende | 20/12/2013 13:22

Após “uma manhã inteira” de depoimentos, o jovem de 21 anos, pai do bebê de dois meses que possui fraturas no corpo e está internado em estado grave, confessou o crime nesta sexta-feira (20), na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e o Adolescente). Ao delegado Paulo Sérgio Laureto, responsável pelas investigações, o suspeito comentou que o “choro do bebê incomodava muito, por isso ele pressionava o peito da criança”.

“Eu a apertava para ela parar de chorar, pressionei e por isso quebrou”, disse ele, se referindo as lesões no peito”, disse. O fato, conforme o seu depoimento, estaria ocorrendo há pelo menos 15 dias e culminou na internação da vítima no CTI (Centro de Terapia Intensiva da Santa Casa).

Desempregado, o homem disse que não é viciado em drogas. No entanto, várias vítimas o apontaram como usuário. Ele, que ainda não teve o nome divulgado, ressaltou que a mãe não sabia das agressões, principalmente porque ocorriam quando ela estava na casa da mãe ou em “bicos” como empregada doméstica.

Diligência - Nesta manhã, os investigadores e a perícia ainda estiveram na casa dos envolvidos, no Jardim Noroeste. Eles não encontraram os móveis desalinhados ou sinal de outras agressões, fato que coincide com o depoimento do jovem, que cometia o crime às escondidas.

Além dele, a mãe, um tio e a avó materna prestam depoimento e o caso pode ser concluído no início da próxima semana.

Nos siga no Google Notícias