A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018

30/06/2011 09:25

Pai de santo teria abusado de pelo menos 6 crianças no Jardim Montevidéu

Francisco Júnior

Crianças estão sendo acompanhadas por psicólogos

O pai de santo preso ontem (29), em Campo Grande, teria abusado de pelo menos seis crianças durante ritual macabro no Jardim Montevidéu. Ele prestou depoimento durante duas horas na DEPCA (Delegacia de Proteção a Criança e o Adolescente).

De acordo com a delegada Regina Márcia Rodrigues de Brito Mota, responsável pelo caso, o acusado confirmou o ritual, mas negou os abusos contra as crianças.

Conforme a delegada, as investigações começaram depois que uma menina de 6 anos foi estuprada pelo próprio tio, na última sexta-feira (24). A denuncia foi feita por um vizinho. A criança foi encaminhada para um abrigo e lá, relatou como eram os rituais que participava com outras crianças.

Segundo apurado pela delegada durante as investigações, o ritual acontecia na casa do pai de santo. Ele dilacerava galinhas vivas na frente das crianças. Em seguida, ficava nu e mandava as vítimas pegar no seu órgão genital, alegando que elas iriam ganhar força. O sangue dos animais era espalhado pelo corpo das crianças.

As irmãs da menina de 6 anos, com idade entre 5 e 8 anos, e o três filhos do pai de santo, de 5,7 e 8 anos, também eram obrigados a participar do ato bizarro. As vítimas faziam fila para entrar no local onde aconteciam os rituais.

A mulher do acusado auxiliava o marido durante do acusado e os pais das três meninas ajudavam na realização do ritual. “Eles eram coniventes. Eles sempre estavam presentes”, disse a delegada informando que já autuou os pais pelo crime de abandono de incapaz, por conta do estupro da filha. A menina estava sozinha em casa quando foi abusada pelo tio, que é usuário de droga.

A delegada informou ainda que as crianças, ao relatar o ocorrido, não tratava o pai de santo pelo nome, mas pelas entidades, que o acusado dizia incorporar. “Elas não falavam o nome dele. Elas falaram que eram as entidades Zé Pilintra, Tranca Rua, Pombagira, que faziam isso com elas”, disse.

De acordo Regina Márcia, psicólogos estão fazendo o acompanhando das crianças envolvidas. “Elas estão muito abaladas. Os técnicos estão conversando com as crianças para que elas não sejam revitimizadas ao contar o que acontecia”, relatou a delegada.

O pai de santo poderá ser indiciado pelos crimes de estupro de vulnerável e maus-tratos de animais.

A delegada vai ouvir mais depoimentos nesta quinta-feira.



Pais, amem e cuidem de seus filhos. Protejam! Pq aqui na terra, td passa, mas o amor de Deus é do tamanho de sua IRA!
Nada que não se pague aqui mesmo. Que Deus cuide dessas crianças, e da marca que ficarão nelas, por toda a vida. Deus tenha misericórdia, no Seu infinito amor, por essas pequenas crianças.... muito triste.
 
Daniella Soares em 11/06/2012 03:05:50
Esse ritual é feito para trazer paz e alegria para o lar com o apoio das pomba-giras. Salve EXU ! Lebara-o ya a a a a a a a
 
Lorna Washington em 13/07/2011 04:21:56
tenho certeza que as entidade nao faz isso isto ele uso os nomes das entida para aproveita das crianças outra a umbanda verdadeira nao trabalha com matança de animase nem faz mal a nimguem,umbandae e manisfetaçoes de espirito para caridade axe para todos
 
maria helena marcondes em 02/07/2011 01:43:32
Qual é a diferença entre derramar o sangue das galinhas e o sangue do tal do cordeiro?
Ou o sangue de Jesus. O poder está no sangue ou nos ensinamentos passados?
Aliás, não consigo entender essas baboseiras que esse povo retira da bíblia....
 
José Patrocínio Silveira Lima em 30/06/2011 12:08:42
Um cara desse nem deve ser chamada de Pai de Santo e sim PADASTRO CO CAPETA!!!
Sarrafo nele.....
 
Edson Souto em 30/06/2011 12:08:28
Meu Deus não gosto nem de ler este tipo de reportagem que fico triste,isso é um absurdoooooo meu Deus é mesmo o fim dos tempos para tanta barbaridade!!!!
 
Patricia Xavier em 30/06/2011 12:04:50
Até quando esses monstros vão usar o nome santo de Nosso Senhor em vão, se revestindo de religião, seja ela qual for, a pessoa que não tem caráter tem que se moldar antes para poder trabalhar por Jesus. Para ser instrumento do Pai Celestial há que se depurar todo esse mal interno que carregamos em nossos corações, todos nós carregamos, mas há pessoas com uma intensidade maior que fazem essas atrocidades com inocentes. Ainda confio no poder de Deus, mesmo vendo hoje, neste site, tanta notícia ruim. Desgraça, morte, infelicidade, crimes, enfim, é isso que vocês tem para nós hoje, não porque a imprensa cobre apenas isso, é porque o mundo é assim e vocês, graças a Deus, só estão fazendo o papel do jornalismo, informar toda a população, mostrando a realidade. Parabéns Campo Grande News, vocês vêm há anos cumprindo seu papel!
 
Christiane Mesquita de Almeida em 30/06/2011 11:51:43
Mizêfíu!!!!! Cê vai querê o quê?
Trata-se não de religião ou religiosidade. Trata-se de extorsão.
Pode ver que tão sempre pedindo algo para ajudar em alguma coisa.
E tem trouxas que dão filhos, e outros que enchem as sacolas de outras igrejas.
O ruim é o intermediário. Seja de religião que for. Inclusive da religião do poder. Por isso deve-se acabar com as Câmaras de Vereadores de nosso país.
 
Orlando Lero em 30/06/2011 11:48:30
É realmente uma barbaridade todos crimes que vem ocorrendo cada vez em maiores números contra crianças, e são crimes como estes e outros mais que profissionais da área social e de proteção da rede de atendimento enfrenta todos os dias. E o que me choca como conhecedora desta realidade que um dia fiz parte, é o descaso e o esquecimento, das autoridades, da população, e inclusive da mídia, que após o caso ser denunciado, a criança localizada e ouvida por Conselheiros Tutelares e profissionais daquele órgão, simplesmente nem ao menos TOCAM no nome destes, mas sim somente da delegacia, que recebe o fato após toda oitiva dos profissionais anteriormente citados, que inclusive são péssimamente remunerados (em relação à delegada tão lembrada) para uma função tão desgastante, que nem ao menos oferece apoio psicológico ou remuneração para que os próprios procurem isto. Não é atoa que os bons, e cansados, da desvalorização acabam desistindo cada vez mais de atuar na área (social, proteção). Depois se perguntam, porquê não tem bons profissionais, porquê ninguém quer ser Conselheiro Tutelar por exemplo. Acima está uma das respostas.
Meu respeito e consideração aos profissionais que realizaram TAMBÉM este atendimento com certeza com empenho e dedicação, apesar de todas dificuldades exstentes.
 
Roberta Costa em 30/06/2011 11:48:03
Nossa não sei nem o que falar sobre isso. Aonde vamos parar com tanta barbaridade, pedofilos, loucos, estupradores, cada barbaridade cometida com nossas crianças e adolescentes. E os pais que deveriam garantir o zelo e os cuidados com seus filhos, compactuam com esses loucos, pensei que ja tinha visto de tudo nesse mundo, mas cada dia fico mais chocada como o ser humano é capaz de coisas tenebrosas.
 
Renata Furtado em 30/06/2011 11:47:43
Nada contra o credo de cada um. Mas envolver crianças? Hoje em dia tudo é bullying, mas isso relatado pela criança é inconsequência. Quem vai pagar a terapia? O SUS?
 
Bruno Perez em 30/06/2011 11:03:19
MEUS DEUS.. QUANTA BARBARIDADE ESTA ACONTECENDO EM NOSSA PAIS, TAMBEM NÃO TEMOS LEIS SEVERAS E NÃO TEMOS GOVERNANTES CAPAZES DE FAZER ALGO, ELES SÓ PENSAM EM DINHEIRO E PODER.. INFELIZMENTE.. AS PESSOAS PRECISA DE DEUS, PAZ.. MAIS NESSES PAIS E COM AS PESSOAS QUE O GOVERNAM FICAM DIFICIL .. MUITO DIFICIL..
 
João Paulo em 30/06/2011 10:51:46
Que absurdo não tenho comentarios, espero que prenda um safado covarde como esse e esses pais coniventes que seja punidos tbm... onde ja se viu religião não é algo que possa ser discutivel , mas levar filho a participar de rituais ai é demais ... o que se faz aki se paga ... que seja devolvido em dobro !!!!! na lei divina pagara com certeza ... que DEUS ABENCOE E CURE ESSAS CRIANÇA COM SAGUE DO CORDEIRO E MT PROTEÇÃO DIVINA A ELAS .... bloqueando qlquer lembranca destes acontecidos...
 
Tatiane M. de Oliveira em 30/06/2011 10:40:18
Eis um dos grandes motivos de minha indignação quanto ao preconceito e à discriminação das religiões de matizes afro-ameríndios. São situações como essa que escandalizam nossa sociedade. Colocam os Babalorixás em situações constrangedoras. Enquanto há àqueles que lutam pela Igualdade, pela valorização da Diversidade Religiosa, encontramos pessoas que sem conhecimento, sem o direito algum de exercerem o sacerdócio religioso, se intitulam "PAI-DE-SANTO" e cometem essas barbaridades. Eis o convite aos adeptos e simpatizantes dos cultos afro e ameríndios do Brasil: busquem conhecer a índole, a tradição e as raízes dos paise mães-de-santo e também das casas de axé em que frequentam.
 
Mauricio Macedo Vieira em 30/06/2011 10:29:39
Esse monstro merece direitos humanos?
 
Fernanda Dorileu em 30/06/2011 10:16:35
Que Deus venha a curar as emoções destas crianças para que no futuro elas sejam canais de benção e não de maldição. Que venham a ser adotadas por familias que realmente serão pais para elas.
E que a pena para aqueles que estão envolvidos, seja a mais severa possivel!
 
Edilene Arruda em 30/06/2011 10:10:03

Que mundo é este??? Aos pais cabe o dever e obrigação de proporcionar segurança, ser o porto seguro das crianças, seus filhos ,entretanto os expõem
aos perigos, em situações traumáticas igual a estas???? Acredito que seja um dos
motivos de crianças com dificuldades de aprendizagem na escola . Estes "supostos" pais não tem o direito de continuar com a tutela destas crianças.
 
Edith Torres em 30/06/2011 09:55:45
Que absurdo isto!!
 
Manoel Roberto em 30/06/2011 02:03:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions