A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/11/2013 15:55

Pai pede socorro para menino de 4 anos, mas não consegue ajuda

Filipe Prado

O pai de um menino de quatro anos, morador do Bairro São Conrado, se desesperou após o Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) negarem socorro ao garoto. Ele relata que o menino sofre de coqueluche e passa muito mal.

João Antonio dos Santos Cardoso, 24, relatou que está ligando desde o 12:15h para os números de emergência dos bombeiros e Samu. “Liguei quatro vezes para os bombeiros e já perdi as contas de quantas vezes eu falei com o Samu, mas até agora não vieram me ajudar. Estou esperando a duas horas e meia”, comenta indignado.

O filho de João, Anderson Gabriel Ortiz Cardoso, 4, foi diagnosticado com coqueluche, doença que ataca o aparelho respiratório, no dia 22 de outubro. João explica que desde ontem o menino passa muito mal. “O médico falou que quando o meu filho tiver muita sonolência é porque ele teve alguma crise. E hoje ele não conseguiu sair da cama e nem comeu, além de sair muito sangue pelo seu nariz”, relata o pai.

Ele conta que de tanto ligar para o Samu, o atendente começou a xingá-lo. “A atendente falou que não virão atender meu filho, pois não é um caso de emergência. Ela acabou me xingando e falou para eu me virar”, comenta João.

Essa foi a primeira vez que foi negado socorro ao garoto, relata João Antonio. “Meu filho já foi atendido pelo Samu, uma vez que ele engasgou com um pedaço de carne. Não sei o porquê de não virem nos socorrer”.

João relatou que uma equipe do Samu foi até sua casa, por volta das 15:40h, para realizar o atendimento, porém acabaram indo embora sem prestar socorro. "Eles chegaram aqui muito agressivos, me chamaram de muleque e disseram que não iriam atender meu filho. Então foram embora".

A equipe do Campo Grande News entrou em contato com o Samu, mas não conseguiu saber os motivos de não terem prestado socorro a Anderson.

Homem de 30 anos é esfaqueado em bairro e fica em estado grave
Bartolomeu Gomes de Araújo Barbosa, 30 anos, ficou gravemente ferido após ser atingido a golpes de faca no abdômen, na noite de ontem (13), na Rua Bo...
Após documento vazar, Sesau diz que hemogramas não foram suspensos
A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) afirmou que os hemogramas continuam sendo feitos na rede pública de saúde de Campo Grande. A informação inici...


Todas as ligações 192 e 193 são gravadas. Ciente disso se o pai quiser prosseguir com sua indignação pelo atendimento terá todo o amparo após checadas as gravações, caso contrário...
Além disso vale ressaltar que os serviços de SAMU e Bombeiros são para urgência e emergência, (ex: Na ocorrência de problemas cárdio respiratórios, em casos de Intoxicação exógena, em caso de queimaduras graves, trabalho de parto , situações de surto psiquiátrico/pessoas com sofrimento ou transtorno, quando houver acidentes/trauma com vítimas, etc)
Um caso pode ser grave mas nem sempre é urgente ou emergente. Mesmo se o samu realmente omitiu socorro, como pai, na minha opinião, ele não deveria ter deixado o filho em casa por mais de 2 horas. É um caso que merece investigação.
 
jessica nadine em 02/12/2013 09:29:53
Na verdade eles estão acostumados a fazerem esse tipo de coisa. Eles não dão nenhuma importancia para o que a pessoa do outro lado da linha esta passando. Mais ou menos a uns 10 dias eu liguei solicitando atendimento porque meu irmão estava no jardim noroeste tendo um enfarte, e a unica coisa que eles sabem falar e que "a equipe esta a caminho" isso levou mais de uma hora. isso é fato.
 
celia alves em 30/11/2013 23:49:09
Tem que ouvir os dois lados, essas ligações ficam gravadas, pois é de estranhar muito eles maltratarem alguém, mas se realmente maltratou, tem que abrir um processo contra, afinal de contas quem paga o salário deles somos nós e não é um pedido de favor.
 
Charles Luciano em 30/11/2013 20:54:23
É INÚMERAS RECLAMAÇÕES A RESPEITO DO ATENDIMENTO DO SAMU. EU MESMA JÁ TIVE QUE COLOCAR UM FAMILIAR NO MEU PRÓPRIO CARRO E LEVAR PARA UM HOSPITAL
 
ELY MONTEIRO em 30/11/2013 20:33:16
PRECISA SER INVESTIGADO E PUNIR OS RESPONSÁVEIS,DE PREFERENCIA MANDAR EMBORA ESSAS PESSOAS QUE FIZERAM ESSE MAU ATENDIMENTO,PEÇO AO PAI DESSA CRIANÇA QUE FAÇA UM BOLETIM DE OCORRENCIA,E SOLICITANDO A GRAVAÇÃO DO ATENDIMENTO...,
 
vanderlei turisco em 30/11/2013 16:56:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions